Archive for novembro, 2011


Casos como o do ex-mecânico Marcos Mariano da Silva, de 63 anos, que passou 19 anos preso injustamente, não são incomuns em nosso sistema carcerário.

Marcos foi preso, acusado de homicídio, em 1976, e solto seis anos depois, em 1982, quando o verdadeiro culpado foi preso. Três anos depois, em 1985, ele voltou à prisão. Mariano dirigia um caminhão quando foi parado em uma blitz. Para o policial que o abordou, ele constava como foragido por causa de um erro de comunicação entre órgãos do governo.
Marcos Mariano penou mais 13 anos na cadeia sem que ninguém desse crédito à sua história. Contraiu tuberculose e ficou cego ao ser atingido por estilhaços de bomba de gás lacrimogêneo jogada pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar durante uma rebelião no Presídio Aníbal Bruno (clique aqui).

Homens perdem a vida, graças a erros do Estado.

E o Estado? O que faz para reparar injustiças?

Do Último Segundo:

Preso por engano só receberia indenização completa em 2027

O ex-mecânico Marcos Mariano da Silva, 63 anos, que processou o governo de Pernambuco por ter passado 19 anos preso injustamente, tinha pouca chance de receber em vida toda a indenização pela qual lutou por décadas até morrer de enfarte na tarde desta terça-feira (22) enquanto dormia. Isso porque Pernambuco aderiu ao regime especial de pagamento de precatórios judiciais e pode parcelar esse tipo de dívida em até 15 vezes. O valor total da indenização era de R$ 2 milhões.

Esse tempo pode ser maior, caso a execução da indenização não transcorra com celeridade e ainda mais se o Estado resolver recorrer ao Superior Tribunal Federal (STF). “Estou realmente torcendo para que o Estado use o bom senso e não recorra mais”, disse à reportagem do iG o amigo e advogado de Mariano e agora advogado da família, José Afonso Bragança Borges. “Infelizmente, a nossa lei permite recursos meramente procrastinatórios”, lamentou ele.

De um lado a injustiça, do outro a impunidade... E cadê a inteligência policial??

Como podem ver, o Estado não quer reparar injustiças.

Afinal, reparar custa caro.

E muito há para reparar…

Do Portal do CNJ:

Mutirão Carcerário libertou mais de 21 mil pessoas em dois anos

Em 2010 e 2011, o programa Mutirão Carcerário, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), permitiu a libertação de 21 mil pessoas que estavam presas irregularmente no sistema prisional brasileiro.

Os mutirões identificam problemas que vão além da falta de controle das penas, tais como superlotação das estruturas prisionais, situações de tortura, péssimas condições de higiene e precariedade física das instalações. Outra questão é a falta de acesso dos presos ao trabalho ou aos estudos, fatores fundamentais para a ressocialização dos apenados.

Do total de quase 475 mil detentos existentes em todo o País, 43% são presos provisórios, sem condenação pela Justiça.

Marcos Mariano da Silva faleceu horas após saber que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia negado recurso do governo de Pernambuco e determinado o pagamento da indenização por 19 anos de prisão e injustiça.

Ele perdeu sua visão.

Perdeu sua vida.

Ele era um cidadão!!

Assim como nós…

Veja também:

Saúde Pública: Leia e assine a petição. Vamos salvar vidas!! Ou, ao menos, vamos tentar…

CARTAS DA LIBERDADE

Imagem: profsezimar.com

A sentença saiu em 6 de julho último, porém o caso não deve ser esquecido. 

Do CSP-CONLUTAS:

Professora negra vence processo de crime racial contra diretora de escola

14/07/2011

A professora e pedagoga de Ciências Sociais, Neusa Maria de Marcondes (62) ganhou na justiça o processo de crime de racismo contra a diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Benedito Calixto, Francisca Silvana Teixeira. A sentença saiu no dia 6 de julho em São Paulo.

A professora explicou que foi agredida verbalmente pela diretora por ser negra. “Ela [a diretora] me chamou em sua sala para eu assinar um documento, e disse dessa forma: `vem aqui assinar o documento, sua macaca´. Eu sou militante, sindicalizada e atuo no movimento negro (…), não podia de maneira nenhuma deixar que esse ato desrespeitoso passasse impune”, enfatizou.

Em março de 2009, a professora entrou com processo de crime racial contra a diretora e esperou sair a sentença para vir a público. Nesse período, muitos diziam para ela desistir, pois o processo não iria dar em nada e que desculpasse a diretora. Neusa não esmoreceu e prosseguiu com a iniciativa.

A diretora foi condenada a um ano de reclusão, pena reduzida para trabalhos na comunidade. “Infelizmente nesse país ninguém vai preso, mas eu vou continuar lutando contra a impunidade”.

Neusa disse que além do processo criminal, vai exigir uma posição da Coordenadoria de Educação de Itaquera (SP) e da Ouvidoria da Secretaria de Educação sobre o caso.

A professora espera que as pessoas tenham coragem de se rebelar contra qualquer tipo de preconceito.  “Quem sofre com a homofobia, racismo ou machismo, têm que reagir, não podemos sofrer calados, enquanto aceitarmos o preconceito não conseguiremos nada, precisamos lutar e não nos deixar diminuir”, desabafou.

Neusa informou que infelizmente existe o preconceito com os negros no Brasil, de maneira velada, mas existe.  “O que é ser negro no Brasil? É ser discriminado e subjugado. Nós precisamos ser fortes para superar tudo isso (…) temos que ser guerreiros e continuar lutando. Esse processo de crime racial que ganhei na justiça é uma vitória não só minha, mas de todo o movimento negro”, finalizou.

Veja também:

Alckmin estuda romper convênio que dá acesso aos dados do Detran à Controlar: Kassab pode estar sendo isolado…

Bolsonaro: Até quando permitirão que ele alimente o ódio??

Imagem: cspconlutas.org.br

Esperamos que seja…

Segundo os promotores, os dados do Detran não poderiam ser usados por empresas particulares. Ao ser informada pelo MPE, a atual gestão do Detran confirmou que a Controlar não tem direito de usar os dados.

E estavam usando por quê?

Do Estadão:

Ministério Público acusa Controlar de usar informações sigilosas de motoristas

28/11/2011

Um convênio entre o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Prefeitura de São Paulo permitiu à Controlar o acesso ilegal a dados sigilosos de milhões de donos de veículos. Essa é acusação do Ministério Público Estadual (MPE), que não só vê fraude e improbidade administrativa na manutenção do convênio como pede sua ruptura.

A Controlar aloja nos bancos de dados oficiais registros dos veículos aprovados e reprovados na inspeção. Tem assim, segundo o MPE, acesso a endereços, telefones, números de CPF e outros dados cadastrais protegidos de donos de veículos. “E isso sem qualquer controle”, dizem os promotores.

Originalmente, o documento assinado pelo Estado e pela Prefeitura em 28 de maio de 2003 previa o acesso aos dados do Detran para instalação da inspeção veicular “desde que o sigilo dos dados fosse preservado”. Mas em 19 de março de 2008 o delegado Gilson César Pereira da Silveira, do Detran, “extrapolando suas funções” na visão dos promotores, mudou o convênio original.

Ele “subscreveu um termo de confidencialidade referente ao contrato da Prefeitura com a Controlar autorizando que os dados e o sistema fossem também operados por empresa terceirizada, subcontratada da Controlar”. O documento foi assinado ainda pelo secretário Eduardo Jorge.

Truculência e falta de diálogo: Dessa vez não vai adiantar...

Como fica a imagem da prefeitura, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente…

Como ficam a imagem dessas pessoas, que ganharam o voto de confiança de uma cidade?

A maior cidade do Brasil.

E uma das maiores do mundo.

Esperamos a conclusão das investigações e, se for o caso, a exemplar punição dos responsáveis.

Afinal, controlar o ar, é também eliminar tudo aquilo que cheira mal…

Veja também:

Alckmin estuda romper convênio que dá acesso aos dados do Detran à Controlar: Kassab pode estar sendo isolado…

Mundo cão: Motorista de ônibus é trucidado em São Paulo

Imagem: luiscarlosgusmao.wordpress.com

O prefeito paulistano, além de responder a um processo na área cível, além de ter seus bens bloqueados e quase ter sido afastado do cargo (clique aqui), deve também ser alvo de investigação criminal (clique aqui).

Ele mostrou-se indignado com a recente decisão judicial (clique aqui).

Kassab não está sozinho... Eduardo Jorge está com ele.

Outras lideranças tiveram maior serenidade ao encarar os fatos.

Do G1:

Alckmin pode impedir que Controlar tenha acesso a dados do Detran

28/11/2011

O governador Geraldo Alckmin disse nesta segunda-feira (28)  que vai estudar a possibilidade de romper o convênio que dá à Controlar acesso a dados de donos de veículos do município de São Paulo administrados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A empresa privada é concessionária do serviço de inspeção veicular da Prefeitura de São Paulo.

Caso seja rompido o convênio com o Detran, a prefeitura ficará sem os dados referentes aos veículos e proprietários paulistanos.

Dessa forma, não poderá repassá-los à empresa Controlar.

Será, sem dúvida, um duro revés.

Pesado, até mesmo, para políticos influentes e experientes.

Como o prefeito vai receber a baixa iminente?

Veja também:

Divisão do Pará: Com a criação de mais dois estados, teremos mais senadores, mais deputados. E a conta? Adivinha…

Caso Controlar: Kassab está indignado! Isso é pra quem pode…

Imagem: jornalrapidix.com.br

O dano material torna-se diminuto, diante da covardia e do homicídio.

Do Terra:

SP: motorista passa mal, bate ônibus e é espancado até a morte

28/11/2011

De acordo com a Polícia Militar, o cobrador do coletivo afirmou que o motorista teve um mal súbito e por isso bateu o carro.

O acidente ocorreu por volta das 23h40 na rua Torres Florêncio e Rielli. Segundo informações do Bom Dia SP, testemunhas afirmaram que ali acontecia um baile funk. O ônibus bateu em um furgão e atingiu mais dois carros e três motos antes de uma passageira puxar o freio de mão. Os frequentadores do baile funk teriam se revoltado com o acidente, depredado o veículo e espancado o motorista. O caso foi registrado na 70ª DP. Até a manhã desta segunda-feira, ninguém havia sido preso.

O caso, por si só, já seria chocante.

O que foi noticiado a seguir, mostra o senso de justiça dos infratores.

Do Terra:

SP: linchadores de motorista roubaram extintor e dinheiro

28/11/2011

Passageiros do ônibus dirigido pelo motorista que foi espancado até a morte na noite de domingo, na zona leste de São Paulo, disseram à polícia que além de agredir o trabalhador, os suspeitos do linchamento ainda roubaram R$ 25 e o extintor de incêndio do veículo. O bando participava de um baile funk na região quando Edmilson dos Reis Alves, 59 anos, passou mal ao volante, bateu em carros e motocicletas e atropelou um homem, por volta das 23h30.

Sem possibilitar chance de defesa ao motorista, o bando começou a apedrejar o veículo de transporte coletivo e a xingar o motorista. Logo em seguida, Edmilson foi retirado do ônibus e brutalmente agredido. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu. O homem atropelado também foi levado ao hospital, onde ficou em observação.

Homens roubam, sequestram, estupram, matam…

Fazem tudo de forma deliberada.

Planejam, executam e, são ‘premiados’ por uma justiça frouxa.

Enquanto isso, o homem estava trabalhando e sofreu um acidente de trabalho.

Não se sabe, por quantas horas estava ao volante.

Também, não é importante saber.

O que importa saber:

Veremos os responsáveis presos?

Veremos novas cenas de terror?

Veja também:

Bolsonaro: Até quando permitirão que ele alimente o ódio??

Caso Controlar: Kassab está indignado! Isso é pra quem pode…

Imagem: noticias.terra.com.br

Eles deveriam representar suas cidades e, no entanto fazem o quê?

Do Terra:

Deputados paulistas empregam vereadores como assessores

27/11/2011

Deputados estaduais de São Paulo empregam vereadores de cidades do interior do Estado como assessores, segundo reportagem publicada neste domingo pelo jornal O Estado de S.Paulo. De acordo com o jornal, três vereadores estão lotados como assessores na Assembleia Legislativa paulista.

Mudam os mágicos, mas a mágica continua a mesma... Até quando?

Para quem trabalha oito horas por dia, de cinco a seis dias por semana, ter um segundo emprego é uma ameaça para a saúde.

Afinal todos devem ter tempo para uma alimentação decente, para estar com a família, para ter um sono de qualidade.

E um político? Ele já tem fama de não trabalhar muito…

E o que fazem para melhorar essa fama?

O tempo que não estão em plenário, não deveriam estar visitando seu eleitorado?

Próximo ao cidadão, não deveriam estar verificando as reclamações dos bairros?

Verificando o que pode ser feito, para melhorar as condições de vida de seu eleitorado?

Tirar o emprego de um assessor parlamentar de verdade, para um vereador, é mais que antiético.

É ofender sua cidade.

É ofender o seu povo…

Veja também:

Saúde Pública: Leia e assine a petição. Vamos salvar vidas!! Ou, ao menos, vamos tentar…

SP. Vereadores aumentam os próprios salários. Sem dissídio, sem negociação, sem greve… Eles são um exemplo!!

Imagem: baboo.com.br

Ele está indignado? E o cidadão?

Do Terra:

Kassab diz estar indignado com decisão que bloqueou seus bens

26/11/2011

De férias em Londres, na Inglaterra, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse na sexta-feira estar “indignado” com as acusações de fraude no contrato com a Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular ambiental na capital. Ao comentar a decisão da Justiça de bloquear seus bens e de outros citados na ação do Ministério Público Estadual, ele disse que na segunda-feira vai “ver direitinho como fazer os recursos”. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

“Estou muito tranquilo e indignado com algumas manifestações do promotor que são descabidas, segundo informações que me chegaram”, disse Kassab. Suspeito de ter reativado um contrato já vencido, assinado em 1996, e causado assim um prejuízo de R$ 1 bilhão aos cofres públicos do município, Kassab também afirmou que ainda não tem conhecimento de todas as acusações que culminaram na decisão da Justiça. Segundo o prefeito, os recursos judiciais começarão a ser articulados na semana que vem com a Procuradoria-Geral do Município. “Estamos muito tranquilos. Sabemos da correção de tudo, da seriedade com que tudo foi feito não apenas na secretaria, mas em toda prefeitura”, disse.

Indignação popular? O governo sabe como cuidar disso...

O prefeito de São Paulo, que tem tratamento diferenciado, está indignado.

Tem tratamento diferenciado pois, caso fosse ele ministro do Governo Federal, além  de ser afastado, teria sua imagem pública seriamente afetada.

Isso antes de uma decisão final da justiça (clique aqui e aqui).

É o que se paga por não fazer o jogo da mídia.

Os ‘preferidos’ da mídia mostram sua revolta.

Engraçado, a indignação popular é colocada de lado.

O cidadão paga uma carga tributária altíssima.

Cidadão que não pode fazer propaganda de sua lojinha (clique aqui).

Cidadão que leva seu carro novo, para ser reprovado na inspeção Controlar (clique aqui e aqui).

Cidadão que, caso deixe seu carro em casa, é tratado como lixo no transporte coletivo (clique aqui).

Kassab está indignado. O presidente do Metrô também pode (clique aqui).

Assim como deputados que resolvem processar um cidadão que ‘ousou’ fazer uma música, criticando parlamentares que se concedem um reajuste abusivo (clique aqui).

Eles podem quase tudo.

E nós? O que podemos fazer?

Veja também:

193% de reajuste para subprefeitos: Kassab e seus vereadores violentam São Paulo!!

Controlar: MP pede afastamento de Kassab por fraude

Imagem: dialogospoliticos.wordpress.com

A questão da homossexualidade fica em segundo plano.

A questão principal é o RESPEITO AO SER HUMANO.

Ser humano não tem raça, crença, opção política.

Ser humano não tem sexo ou opção sexual.

É tão somente SER HUMANO.

E, como tal, deve ser respeitado.

Quando vemos um representante do povo alimentando o ódio, vemos agressões e intolerância plantados em larga escala.

Vemos algo muito perigoso.

Do Último Segundo:

Bolsonaro troca debate por calúnia sobre sexualidade de Dilma

‘Se teu negocio é amor com homossexual, assuma’, afirma deputado em discurso na tribuna

24/11/2011

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) criou nova polêmica na Câmara dos Deputados hoje ao questionar a sexualidade da presidente Dilma Rousseff em discurso no plenário. O parlamentar destacou que, em audiência na Câmara ontem, representantes do Ministério da Educação teriam discutido a inclusão do combate à homofobia nos currículos escolares.

Reforçando, COMBATE À HOMOFOBIA.

Tão importante quanto COMBATE AO MACHISMO.

Ou o COMBATE À INTOLERÂNCIA RELIGIOSA.

Ou então o COMBATE AO RACISMO.

Falando em racismo.

Do Estadão:

Na TV, Bolsonaro diz a Preta Gil que namoro com negra seria ‘promiscuidade’

29/03/2011

Inserir legenda de vídeo aqui

Os casos de agressão, e até tentativa de homicídio, por intolerância não são poucos (clique aqui, aqui,aqui e aqui).

Permitir que tais absurdos ocorram, é típico de um país que deseja tornar-se desenvolvido?

Homossexualismo não se ensina nas escolas…

Mas EDUCAÇÃO SIM!!

Veja também:

Controlar: MP pede afastamento de Kassab por fraude

Bolsonaro e a união homoafetiva: ”Por qué no te callas?”

Não há outra palavra para definir…

São Paulo está sendo violentada!!

Com a inflação de 2010 fechada em 5,91% (clique aqui), o que leva os REPRESENTANTES DO POVO a promoverem um reajuste de 193%?

Do Terra:

Câmara de São Paulo reajusta salário de subprefeitos em 193%

24/11/2011

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na noite dessa quarta-feira o aumento dos salários dos 31 subprefeitos do município, a partir de janeiro de 2012. O reajuste será de 193,52% – com isso, eles terão seus salários elevados de R$ 6.573,27 para R$ 19.294,10.

O texto foi aprovado em primeira votação, com 29 votos favoráveis e oito contrários, e será novamente deliberado pelos vereadores da Câmara Municipal antes de seguir para a sanção da Prefeitura. O projeto altera ainda os vencimentos de funcionários em cargos comissionados nas diretorias das secretarias, autarquias, fundações municipais e subprefeituras.

 

Você pintou a cara, porque a Globo ou a Veja chamou? Desculpe, você não é cara-pintada...

Vai para a aprovação de Kassab??

E adivinhem o que ele vai fazer…

Do Agora São Paulo:

Kassab quer triplicar salário dos 31 subprefeitos

06/07/2011

Após ter o aumento em seu salário e no de seus secretários aprovado pela Câmara Municipal, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) quer agora triplicar a remuneração dos 31 subprefeitos da cidade. Se a proposta for adiante, o salário dos subprefeitos passará dos atuais R$ 6.936,63 para R$ 19.294,10, mesmo valor que deverão receber, a partir de janeiro de 2012, os 27 secretários municipais.

O que foi feito na noite da última quarta-feira foi um crime.

E um crime premeditado.

Cadê aqueles cidadãos indignados com a corrupção federal? (clique aqui)

Todas aquelas pessoas bonitas e maquiadas que saíram às ruas.

Pareciam atores globais…

Cadê a TV? Os jornais.

Cadê a revista Veja?

Cadê a revolta popular? E a vergonha na cara… Cadê?

Veja também:

SãoPaulo indignado com a corrupção federal… Em São Paulo, não tem corrupção??

Controlar: MP pede afastamento de Kassab por fraude

Imagem: blog.cleuby.net

Além do afastamento, o Ministério Público quer a devolução das multas e indenização por danos morais aos proprietários de veículos.

Somente agora viram a sujeira da inspeção veicular? (clique aqui)

Do Último Segundo:

Ministério Público pede afastamento de Kassab por fraude em SP

Em ação, MP pede suspenção da inspeção veicular, devolução das multas e indenização por danos morais aos proprietários de veículos

O Ministério Público do Estados de São Paulo pediu nesta quinta-feira o afastamento do prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, e do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge. Eles são acusados de fraudar o contrato com a Controlar, empresa responsável pela inspeção veicular obrigatória na cidade. Além deles, funcinários públicos, seis empresas – entre elas a CCR e a Controlar – e 13 empresários são acusados de participação no esquema de R$ 1,05 bilhão.

Em um documento de 903 páginas, o MP pede o bloqueio dos bens dos envolvidos, a perda dos direitos políticos e a condenação por improbidade administrativa dos acusados.

Enquanto a TV, o rádio e a imprensa escrita juntos mostram uma força admirável para derrubar ministros, a mesma força não é vista contra membros da oposição.

Oposicionistas caem nas mãos da justiça.

É triste ver que a justiça é mais lenta que a mídia…

Será porque a mídia não precise de provas??

Veja também:

SP. Vereadores aumentam os próprios salários. Sem dissídio, sem negociação, sem greve… Eles são um exemplo!!

Saúde Pública: Leia e assine a petição. Vamos salvar vidas!! Ou, ao menos, vamos tentar…

Um exemplo para todo cidadão.

O cidadão, que acorda cedo, se espreme no transporte coletivo, que leva horas para chegar ao seu local de trabalho, que compra uma moto (para chegar mais cedo) e é confundido com bandido (clique aqui).

Cidadão que não é ouvido.

São eles professores (clique aqui), bombeiros (clique aqui), profissionais de saúde (clique aqui), policiais (clique aqui), ferroviários (clique aqui), motoristas de ônibus (clique aqui), entre muitos outros.

Todos, absolutamente TODOS, paralizam suas atividades quando não restam alternativas para sensibilizar seus patrões.

O político é um cidadão diferente…

Veja como um político faz.

Do Estadão:

Vereadores de SP se dão aumento de 13º salário e criam mais 39 cargos

Remuneração deve passar de R$ 9,2 mil para R$ 11 mil, com efeito retroativo a março, e chegar a R$ 15.031,76 no começo de 2013

Vereadores paulistanos conseguiram aprovar ontem à noite, em votação única, dois aumentos salariais escalonados para eles mesmos até 2013. Mas não foi a única votação em benefício próprio articulada pelos parlamentares antes do ano eleitoral de 2012 – período em que são evitadas votações que podem causar repúdio da opinião pública. Um pacote de benesses que cria o 13.º salário e mais cargos comissionados na Câmara e no Tribunal de Contas do Município (TCM) também foi aprovado.

Com efeito retroativo a março, o salário dos vereadores saltou ontem de R$ 9,2 mil a R$ 11 mil. A partir de janeiro de 2013, haverá novo reajuste e vencimentos chegarão a R$ 15.031,76. Os 46 presentes no plenário às 20h32 – do total de 55 – votaram a favor. Como é um projeto de resolução da Mesa Diretora, a proposta já é lei e não precisa de nova votação.

Apesar de terem dois recessos anuais, que somam quase três meses em julho, dezembro e janeiro, vereadores também vão ter 13.º salário, benefício que nunca existiu para parlamentares do Legislativo paulistano e tampouco é concedido em outras câmaras de capitais brasileiras. O salário adicional foi embutido na proposta de aumento. Parlamentares ainda aprovaram em 1.ª votação dois projetos que criam 39 cargos comissionados (sem concurso público) na Câmara e no TCM.

Quem trabalha duro, sabe o que o cidadão sente. E nossos vereadores? Eles sabem?

Alguém já viu político em greve?

Assim como o crime, a enfermidade e a morte, os políticos não fazem greve…

E, por que fariam?

Os homens que dizem te representar, cidadão, são especialistas em aprovar leis para te punir.

Eles reinam, magnânimos, aprovando leis que terão efeito sobre o cidadão comum (clique aqui), mas não sobre eles, políticos (clique aqui).

Eles não fazem greve. Provável que nunca façam…

São ou não são um exemplo para a sociedade?

Veja também:

Aumento de parlamentares vai bater em estados e municípios:Veja o tamanho do estrago…

Feirinha do Brás: Por aqui, pobre é bandido

Imagem:blogtoputo.blogspot.com

Na verdade, a conta vai ficar para quem sempre ficou. O contribuinte.

São regiões pouco povoadas, porém muito representadas.

Mas, nem sempre essa hiper-representação, significa qualidade.

Do R7:
Divisão do Pará pode criar mais de 60 cargos políticos

Cada unidade deve ter três senadores e, no mínimo, oito deputados federais e 24 estaduais

Uma lei complementar de 1993 diz que a Câmara pode ter, no máximo, 513 deputados. A quantidade de vagas por Estado é definida considerando o tamanho da população de cada um: os mais populosos têm direito a mais representantes, até o máximo de 70. A última alteração na divisão foi em 1994, quando a bancada de São Paulo pulou de 60 para 70 parlamentares.
Com a criação de dois Estados, a região do atual Pará teria de ter ao menos 24 deputados, mas tem apenas 17 atualmente. Ou seja, vão faltar sete cadeiras para a conta fechar. O que fazer, se a lei já definiu a quantidade máxima de deputados?
– Ou não aprovam os Estados ou será preciso aumentar o número total de deputados e senadores.
A explicação é de Valeriano Mendes Ferreira Costa, cientista político da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Segundo ele, é “quase impossível” que o Congresso aceite tirar vagas de outros Estados para abrigar os representantes das novas unidades.

Juntos, o Norte e o Nordeste do país, já têm bancadas expressivas no Senado e na Câmara. Com a criação de novos Estados esse poder aumenta ainda mais, explica Rodrigo Estramanho de Almeida, professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.
– As regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste já têm mais de 70% da representação do país, considerando os três senadores por cada Estado.
Segundo ele, em algumas unidades pouco povoadas, a exigência de oito deputados significa uma hiper-representação.
O professor Valeriano Costa diz que, com a aprovação de Carajás e Tapajós, o desequilíbrio vai aumentar.

Existem outras razões para dividir o Pará.

Nem todas aparecem na grande mídia…

Do Brasil de fato:

A quem interessa a divisão do Pará?

A principal transnacional da região, a Vale, isenta-se de qualquer debate sobre o assunto, e por e-mail apenas respondeu a reportagem: “Não temos comentários sobre este assunto”. Mas Barbosa alerta, “pode ser que seja mais fácil para a empresa realizar negociações com um estado iniciante e necessitando de recursos do que com uma máquina administrativa estabelecida e que apresenta seus interesses específicos já bem definidos”.

Mas nem só a Vale poderá ser beneficiada com o surgimento de duas novas federações. O grupo Santa Bárbara, do banqueiro Daniel Dantas, seria um dos principais interessados, sobretudo, na criação de Carajás. Segundo relata o diretor regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Jandir Merla, Marabá seria uma capital provisória e a capital definitiva seria construída entre os municípios de Eldorado dos Carajás, Xinguara, Sapucaia e Rio Maria. “É justamente nessa faixa do estado paraense que Dantas mais comprou terras nos últimos tempos, vejo o gado como fachada, pretexto. Para mim, o grupo de Dantas por ser muito forte teve informações privilegiadas e sabia que a nova capital de Carajás poderia ser construída naquela região”, diz.

Tanto que parte dessas terras de Dantas, no momento litigado pelo Incra, para desapropriação para fi m de reforma agrária, é negada veementemente pelo grupo de advogados que defende o banqueiro. “O grupo Santa Bárbara oferece outras terras que estão fora dessa área, mas essas ele não aceita vender para o Incra”, revela Merla.

E quem tem interesse na divisão, também tem dinheiro para gastar.

E gastam a valer…

Gastam tanto por quê?

Por cidadania?

Do Terra:

PA: campanhas pró-divisão arrecadam 5 vezes mais que adversários

Marcado para o dia 11 de dezembro, o plebiscito está logo aí. O que veremos neste dia?

Talvez um milagre…

Será que dividindo o Pará, nascerá respeito pelo cidadão?

Se assim for, que tal dividirmos todo o Brasil?

Veja também:

Saúde Pública: Leia e assine a petição. Vamos salvar vidas!! Ou, ao menos, vamos tentar…

Palhaçada!! Médica processada por fraudar plantões é contratada pela prefeitura de São Paulo

Imagem: redebrasilatual.com.br