Tag Archive: Saúde Pública


Ela, assim como todo cidadão brasileiro, pagava impostos.

Ou seja, ela ajudava a sustentar o SUS.

Porém foi morta pela omissão de quem deveria zelar por sua vida.

Crime: Mulher de 29 anos morre após permanecer 2 horas esperando ambulância em UBS.

Do G1:

Paciente morre após médico negar ambulância, denuncia telefonista

Médico não mandou o Samu ao saber que vítima tinha convênio.
Mulher teve parada cardíaca após complicação renal em Ribeirão Preto, SP.

Uma paciente de 29 anos morreu nesta segunda-feira (16) em uma unidade básica de saúde de Ribeirão Preto (SP) depois que o médico responsável pela regulação do Samu recusou uma ambulância para que ela fosse transferida ao hospital. A negativa ocorreu porque o profissional descobriu que a mulher tinha convênio médico e, na avaliação dele, deveria ser socorrida por uma ambulância particular.

Eliane Cristina Maciel Martins sofreu uma parada cardíaca provocada por complicações renais após ficar por duas horas na Unidade Básica de Saúde da Prefeitura aguardando transporte até o Hospital São Francisco, com o qual ela tinha convênio. “Ela foi piorando, saiu sangue do nariz. Ela começou a reclamar de dor no peito enquanto estava falando”, disse Ana Lúcia Ferreira da Silva, mãe de Eliane.

O caso foi denunciado pelo telefonista do setor de regulação do Samu, Gerson Ferreira de Carvalho, que intermediou o diálogo entre o médico responsável pelo serviço e a unidade de saúde municipal onde a vítima recebeu os primeiros socorros. “Ele [o médico regulador] retirou o pedido [de socorro] e orientou a paciente a acionar o São Francisco para o resgate”, contou.

O cidadão que paga um plano de saúde, também paga pela saúde pública.

Afinal, o cidadão paga impostos.

O fato de alguém pagar um plano de saúde quer dizer, simplesmente, que essa pessoa não confia no serviço de saúde pública.

E, tristemente notamos que a saúde pública dá razões para o cidadão não confiar…

Veja também:

Derradeiro gesto de ‘amizade’: Capa da Veja ignora cassação de Demóstenes Torres

Homem público X voto secreto: O Brasil jamais conhecerá os 19 defensores de Demóstenes…

Imagem: momentoverdadeiro.com

O mesmo governo. A mesma história…

A história de dor e descaso no centro de São Paulo é antiga.

Pessoas sendo mortas diariamente.

Dolorosamente.

Há tempos, somos obrigados a ver o crime sendo cometido abertamente.

O tráfico ocorre, de forma ostensiva, já fazendo parte do cotidiano.

A Cracolândia já mudou de endereço (clique aqui).

Autoridades já a declararam extinta.

”Não existe mais a velha cracolândia deteriorada, a serviço da droga, a serviço do crime. Cada vez mais essa é uma página virada na história de São Paulo”, afirmou o prefeito Gilberto Kassab em outubro de 2007.

O tempo passou, Kassab foi reeleito (está aí desde 2004, quando chegou junto com Serra).

Já a segurança pública, está nas mãos do PSDB desde 1994, quando chegaram com Covas ao governo estadual.

Eles, que em tanto tempo pouco fizeram, agora fazem o quê?

Filme de terror: Ano após ano, verdadeiros "zumbis" vagam pelas ruas (vítimas do crack e do abandono)

Do UOL:

Em sete dias, operação prende 51 e apreende apenas meio quilo de crack em São Paulo

10/01/2012

Da Agência Brasil:

Defensoria Pública de São Paulo já coletou 32 denúncias de abuso em operação policial na cracolândia

11/01/2012

Do G1:

Juiz diz que ação na Cracolândia fez criação de posto voltar à estaca zero

11/01/2012

O desembargador Antonio Carlos Malheiros afirmou na tarde desta quarta-feira (11), na Câmara Municipal de São Paulo, que a ação policial na Cracolândia e a dispersão dos usuários de crack fizeram voltar à estaca zero o trabalho feito há cinco meses pela área de Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) de criação de um posto móvel para julgar com maior rapidez ações de internação compulsória.

O trabalho de combate ao tráfico é realizado com ações de inteligência policial.

Os grandes fornecedores devem ser identificados e detidos.

Uma ação rápida, além de ser política e oportunista, pune somente usuários e pequenos traficantes (que, geralmente, também são usuários).

O dependente precisa de amparo para superar suas crises (clique aqui e aqui).

A polícia deve trabalhar em conjunto com a assistência social.

Isso leva tempo e investimento.

Tempo, nossos governantes tiveram de sobra.

E investimento? Com mais de 31% do PIB do país (clique aqui), São Paulo não dá assistência adequada, mas não por falta de dinheiro…

Até quando veremos a incompetência e a truculência governando?

Até quando a Cracolândia fará parte do cotidiano em São Paulo?

Veja também:

Favela do Moinho: Falha em implosão custou R$ 3,5 milhões. E Kassab acha que foi um sucesso…

São Paulo: A “indústria das multas” chega à calçada. Enquanto isso, a Democracia vai para o buraco…

Imagem: missaonolar.blogspot.com

De que adianta um banco de sangue com doadores, se o sangue coletado acabar contaminado?

Não adianta fazer campanha de doação, não adiantar mobilizar a sociedade.

A falta de doadores, é apenas mais um problema que ronda os bancos de sangue.

E talvez nem seja o mais grave.

Do R7:

Metade dos bancos de sangue do país
tem condições inadequadas

15/12/2011

Quase metade dos serviços de hemoterapia do país foi classificada como de alto e médio risco em levantamento feito pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O trabalho mostra que, dos 419 centros analisados, 47% apresentavam problemas na calibração e aferição dos equipamentos e 46% operavam com aparelhos sem manutenção adequada.

Além disso, em 25% foram encontradas falhas nos procedimentos de desinfecção, lavagem e esterilização do material.

Centros que apresentam condições inadequadas de funcionamento podem trazer risco principalmente para o paciente que recebe o sangue. Uma bolsa armazenada numa temperatura acima do adequado, por exemplo, pode favorecer o crescimento de bactérias.

Os dados, referentes a inspeções feitas em 2010, indicam que somente 17,72% dos serviços reuniam condições consideradas ideais de funcionamento.

Seriedade: É o mínimo que se espera de quem cuida de vidas

A doação de sangue é um ato de generosidade.

Um ato de amor ao próximo.

O cidadão deve ser estimulado a participar.

Porém, antes de tudo, o Estado deve garantir a segurança do cidadão.

É o mínimo que se espera!

E, ainda esperamos…

Veja também:

Enterraram o Mosquito. Mas não adianta. Enquanto houver m… haverão outros mosquitos

Os nomes dos vereadores que votaram até 236% de aumento para subprefeitos. Procure seu vereador aqui…

Imagem: facasper.com.br