Tag Archive: sem noção


As promessas e os beijos: Antes um candidato sério, agora uma figura pitoresca

Não importa se a idéia é boa, ou não passa de uma ilusão populista.

O importante para Serra é ser eleito.

Levy Fidelix propôs, desde o início da corrida eleitoral, nova duração do Bilhete Único de 3 horas para 6 horas.

Além da redução da passagem de ônibus de R$3,oo para R$2,00.

Porém o candidato não foi levado à sério, recebendo apenas 19.800 votos no primeiro turno (clique aqui).

Na prática, Levy Fidelix mostrou que tem propostas mais bem estruturadas que Serra (que só adotou a idéia do nanico, ao ver a possibilidade iminente de derrota).

Bem diferente do petista Haddad que, desde o início da corrida trouxe um plano de governo bastante robusto (clique aqui).

Do Terra:

SP: Serra diz que extensão do bilhete único custará R$ 500 mi

25/10/2012

O candidato José Serra (PSDB) explicou nesta quinta-feira sua proposta de ampliar o bilhete único para seis horas e estender o bilhete amigão (quer permite o usuário usar o cartão, ao preço de uma tarifa, por oito horas) para o sábado.

Ainda reforçando sua tradição em não responder perguntas difíceis, Serra agiu de maneira covarde.

Mais uma vez.

Questionado sobre o motivo para ter apresentado a proposta apenas agora, o tucano respondeu: “Esta é a pergunta que Haddad faria, pergunta para ele”.

O homem que, há tempos, gosta de ser colocado como “o mais preparado” (clique aqui, aqui, aqui e aqui), não se mostra sequer preparado para responder uma simples pergunta.

Pelo visto, em um regime democrático, onde políticos precisam responder perguntas e dar esclarecimentos à jornalistas e ao povo (principalmente ao povo), Serra não se mostra tão preparado…

Veja também:

De Reinaldo Azevedo a Silas Malafaia… Serra deixa as propostas de lado e coloca o ódio na campanha

O crime ficando tucano: Discurso de Alckmin é adotado por criminosos em São Paulo

Imagem: noticias.terra.com.br

Soninha Francine, que na teoria, aparecia na propaganda da TV e da internet dizendo:

“Quem disse que político é tudo igual?” (clique aqui).

Na prática, Soninha, que já foi coordenadora de campanha de José Serra (clique aqui), dá uma idéia do quanto ela pode ser pior.

Dá uma idéia do nível da campanha apresentado aos eleitores.

Do Terra:

Aliada de Serra, Soninha xinga Haddad em blog e se arrepende

19/10/2012

Após a repercussão do xingamento na internet, Soninha retirou o palavrão do blog e se retratou: “Pra quem veio aqui (ao blog) procurando um palavrão xingando o Haddad: apaguei. Estava com muita raiva e escrevi como falo (falo muito palavrão). Podia ter dito simplesmente ‘sujo’. No fim, substituí por ‘muito cinismo’. Era lá que estava o ‘filha da p…'”

A discussão saudável é feita no campo das idéias e, dessa maneira, se conquista o eleitor.

Em uma democracia, não se vence no grito.

Não se vence na marra.

Quem procede dessa maneira, antes de vencer, precisa aprender a perder.

Tem gente, aliás, que talvez tenha que perder diversas vezes…

E não perder para Lula, para Dilma ou para Haddad.

Perde para a vontade do povo.

Perde para a democracia.

Veja também:

Ibope: Haddad 49%, Serra 33%. Pelo jeito, veremos Jose Serra ainda mais nervoso…

Paulinho da Força: Força? Mas, CADÊ A FORÇA?? PDT abandona Paulinho com Serra e entra na campanha de Haddad

Candidato que se diz “democrata”, precisa aprender a conviver com pergunta difícil.

Em 2010 os questionamentos sobre os caríssimos pedágios cobrados pelo governador que acabava de deixar o cargo para disputar as eleições presidenciais, acabaram custando a cabeça de dois consagrados jornalistas da TV Cultura.

Heródoto Barbeiro e Gabriel Priolli.

Ex-diretor de jornalismo da TV Cultura, o jornalista Gabriel Priolli foi demitido, Priolli havia preparado uma reportagem sobre os pedágios nas rodovias paulistas – tema que incomoda o ex-governador José Serra (clique aqui).
Sobre as razões da demissão de Heródoto, veja o video onde o jornalista entrevista Jose Serra, pouco antes de sua demissão.

Agora, ao que parece, mais uma cabeça de jornalista pode estar indo para a ‘guilhotina’.

Do Terra:

Serra discute com jornalista sobre kit anti-homofobia

16/10/2012

Em entrevista à rádio CBN na manhã desta terça-feira, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo no 2º turno, José Serra entrou em conflito com jornalista Kennedy Alencar que o questionou sobre o kit anti-homofobia do Estado de São Paulo.

Serra foi questionado pelo jornalista Kennedy Alencar sobre o kit anti-homofobia do Estado de São Paulo e o apoio de lideres conservadores como o Pastor Silas Malafaia. Em contrapartida, o tucano perguntou a Kennedy se ele havia lido o material. Enquanto o jornalista respondia que leu a cartilha e que viu semelhanças entre o material do governo federal, chamado pejorativamente de ‘kit gay’, e do governo estadual. Serra ainda continuou questionando. “Kennedy, fala a verdade. Você leu a cartilha inteira? Não leu, Kennedy”, afirmou o candidato.

Em resposta, o jornalista afirmou que fez uma pergunta objetiva ao tucano. Cortando sequencialmente o jornalista, Serra ainda afirmou: “faz favor, seja educado e ouça o que eu estou falando”. “Você está falando de uma cartilha que você não leu. Leia e você vai ver que são coisas muito diferentes”, completou. O candidato do PSDB ainda afirmou que a pergunta do jornalista “envolve uma mentira”, por considerar que as cartilhas “são completamente diferentes”. Por fim ele afirmou que o jornalista teria outra preferência política. “Eu sei que você tem suas preferências políticas, modere-se Kennedy, você está na CBN. Não pode fazer campanha eleitoral aqui na CBN.

Segundo o candidato tucano, a cartilha do MEC incentiva o bissexualismo.

Apesar de discordar radicalmente da opinião de Serra, apesar do espanto de ver argumentação tão estúpida…

Sua opinião deve ser respeitada.

É dessa maneira que se faz DEMOCRACIA.

E José Serra fez exatamente o oposto disto.

O candidato cortou o jornalista e o chamou de mentiroso (pois afirmou que ele não leu a cartilha, mesmo após ter ouvido do jornalista que ele havia lido).

A falta de respeito e de educação é característica de quem não tem o que dizer.

É coisa de ditador!

Para fazer tão grotesco papel, seria melhor que Serra tivesse ficado calado.

Seria melhor que tivesse ficado em casa.

Veja também:

Carlinhos Cachoeira e a justiça brasileira: Estão querendo soltá-lo…

Gráfica da Folha de São Paulo que vazou ENEM é condenada pela Justiça: E aí? Serra vai colocar no horário eleitoral?

Em um mundo competitivo, mentir para seu consumidor é um erro imperdoável.

E quando a mentira parte de um veículo de comunicação, o dano é ainda pior.

Uma emissora de TV, que anuncia produtos e divulga notícias, precisa de credibilidade.

Precisa, para sobreviver.

Do Terra:

Galvão mente sobre transmissão “ao vivo”, e Globo é criticada

08/07/2012

Segundo Galvão, Anderson passou o carro, e Sonnen não viu nem a placa. Foto: Getty Images

 

 

A Rede Globo já tinha anunciado que não faria transmissão ao vivo da luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen no UFC 148, mas mesmo assim foi criticada. Afinal, além de passar a vitória do brasileiro com atraso de aproximadamente meia hora, o narrador Galvão Bueno ainda mentiu sobre a transmissão. Em certo momento, ele disse “voltamos ao vivo”, o que gerou críticas e revolta de fãs do MMA no Twitter.

Na verdade a transmissão da Rede Globo começou quando a luta entre Silva e Sonnen ainda acontecia. Porém, a emissora optou por passar primeiro a reprise da vitória do também brasileiro Demian Maia sobre o sul-coreano Dong Hyun Kim. Com comentários do campeão dos pesos pena José Aldo, Galvão preparou terreno para a transmissão do principal combate da noite.

Antes de finalmente mostrar o vídeo gravado da vitória de Anderson Silva, foram mostradas imagens do outro combate entre o brasileiro e Chael Sonnen, que aconteceu em agosto de 2010. A luta foi analisada em detalhes e rendeu bastante tempo para Galvão criticar o americano, que é odiado no Brasil por ter falado mal do País.

Quando a luta começou, Galvão manteve seu tradicional estilo de torcer para os brasileiros. “Enfia a mão nele, Anderson”, pediu. Porém, como o primeiro round teve superioridade de Sonnen, a confiança no campeão dos meio-médios ficou abalada. Até o próprio comentarista José Aldo admitiu que o brasileiro perdeu o primeirou round para o americano.

Porém, logo depois veio o show de Anderson Silva, que também se transformou no espetáculo de Galvão. “Entrou. Foi para o chão e desabou. Esquerda, direita, esquerda, direita, direita”, berrou Galvão, ao narrar a sequência de socos aplicada por “Anderson Silva do Brasil”

Foi o momento em que, segundo o narrador, o campeão “passou o carro”, e Sonnen “não viu nem a placa”.

Mas nem a narração empolgada de Galvão salvou a Rede Globo de críticas. Logo após acabar a transmissão, o termo “GloboFail” (“Globo falha”, em tradução livre) surgiu nos Trending Topics do Twitter, ou seja, virou um dos assuntos mais comentados do microblog. A mentira sobre a transmissão “ao vivo” foi bastante lembrada, mostrando que a vitória tão importante de um atleta brasileiro se tornou derrota para a Rede Globo.

O assunto #GloboFail está firme nas TTs do Twitter.

Veja alguns exemplos:

“Plantão Globo informa: O Presidente Getúlio Vargas acaba de cometer suicídio! Veja a análise de Arnaldo Jabor! #GloboFail”

“UFC na Globo é igual o Chaves no SBT, a gente já sabe o que vai acontecer, mas assiste assim mesmo para se divertir. #GloboFail”

“A #GloboFail ainda não entendeu que mesmo quem não tem PPV tem internet, portanto essa palhaçada de não passar ao vivo é algo ridículo.”

“UFC 149 já começou no Twitter, e quem apanha é a GloboFail…”

“Globo e você, tudo a ver… A #GloboFail tá chamando você de mentiroso!!!”

“Acordei agora e tô esperando a Globo passar ao vivo a luta do Maguila. #GloboFail”

“Noticia que saiu agora na Globo: ” chico anysio acaba de falecer!” #GloboFail”

“E a globo ainda deu uma nova chance pro sonnen na sua transmissao “ao vivo” ! Com isso sao 3 vitoria pro spider. #GloboFail”

“Amanhã “Ao Vivo” na Globo, Corinthians X Boca Jrs #GloboFail”

“adorei essa nova tecnologia da globo… resolveram inovar e transmitir a luta em HD… HORAS DEPOIS. #UFC148 #GloboFail”

“Imagina a manipulação que a Globo fazia antes da Internet tornar-se popular? Agora fica MUITO na cara! #GloboFail”

As redes de TV falam sobre política e economia, assunto massacrante para muitos telespectores.

Porém ao falar de esportes e mentir, mentir para uma população que ama e acompanha esportes, a mentira é como água morro abaixo.

Ou fogo morro acima.

Ainda mais em tempos de inclusão digital (onde a notícia é transmitida em tempo real).

Se a notícia que a Globo transmite não tem credibilidade.

Se não podemos sequer confiar na notícia esportiva.

Só restará mesmo para a Globo, as novelas.

Ao menos sabemos que lá é mesmo tudo mentira…

Veja também:

Democracia e legitimidade: Quem é o Paraguai, para falar sobre a Venezuela?

PSDB e a crise no Paraguai: Apoio tucano ao golpe teve boa dose de inveja…

O candidato que prometeu, se eleito permanecer no cargo até o final do mandato (clique aqui), foi eleito e abandonou a cidade de São Paulo após pouco mais de um ano.

O candidato que considera que Kassab fez uma boa administração (clique aqui), que foi responsável pela indicação de Hussain Aref Saab, chefe da máfia da aprovação imobiliária (clique aqui) agora quer voltar ao som do tchu tcha…

E o cidadão? O que tem a dizer a respeito?

Se o eleitor aceitar esse tipo de abordagem, é porque merece esse tipo de político.

Do Terra:

Com tchu-tcha, Serra quer alcançar ‘jovem popular’, analisa consultor

25/06/ 2012

Na convenção do último domingo, o PSDB divulgou o jingle de campanha do candidato José Serra à prefeitura de São Paulo. Tendo como base o refrão “Eu quero tchu, eu quero tcha”, do hit da dupla João Lucas e Marcelo, a letra diz “eu quero Serra, eu quero já”. Para o consultor político Diego Pudo, a escolha do estilo musical popular é uma tentativa de mudar a imagem do tucano e se aproximar do jovem eleitor. ”

Serra quer mudar de imagem?’

E, quer mudar por quê?

Será que a imagem dele é tão venal, para seu consultor político querer mudar?

Veja também:

♫ Eu quero ‘tchu’, eu quero ‘tcha’♪ O ‘arrastão’ correndo solto, os policiais sendo trucidados… A ‘alegria’ de Serra contrasta com a falta de segurança em São Paulo

Por escrito, tucano diz que cumprirá mandato, se eleito

José Serra levou para a Prefeitura de São Paulo homem suspeito chefiar máfia imobiliária, diz revista

Imagem: 22051998.blogspot.com

Os órgãos de imprensa malharam Lula e o PT em razão da polêmica foto com Maluf.

Porém será que vão dar espaço para a falta de sensibilidade e seriedade do candidato Serra?

Enquanto em São Paulo se nem os policiais, que deveriam dar segurança ao cidadão, tem tranquilidade de sair às ruas (clique aqui), qual será o sentimento do cidadão?

De alegria?

Do Terra:

Serra apresenta jingle inspirado no ‘tchu-tcha’ em convenção

24/06/2012

Boneco inflável dança ao som do novo jingle de José Serra, baseado na famosa música da dupla João Lucas e Marcelo. Foto: Marina Novaes/Terra

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, apresentou um jingle com uma sonoridade bem familiar para tentar emplacar nas urnas em 2012. Na convenção que oficializa o lançamento de sua campanha, realizada neste domingo na capital paulista, as caixas de som tocavam bem alto o refrão: “Eu quero Serra, eu quero já! Eu quero Serra já! Eu quero Serra já”, com a melodia da música “Eu quero tchu, eu quero tcha”, da dupla João Lucas e Marcelo.

Além do “Serra já”, a campanha tucana aposta no slogan “seguir avançando”. Por isso, nos telões, além das imagens do prefeiturável com militantes nas ruas, há as “hashtags” “spseguiravançando”, que o PSDB espera emplacar como tópico mais comentado no Twitter neste domingo.

A convenção tucana começou por volta das 9h e deve reunir figurões do PSDB, como o governador Geraldo Alckmin, o presidente do partido, Sérgio Guerra, além do prefeito Gilberto Kassab (PSD) – o PSD também realiza convenção hoje. Apesar da oficialização da candidatura tucana à prefeitura, Serra deve lançar-se ainda sem vice.

José Serra ainda terá que carregar o pesado fardo de dizer que Kassab fez um governo bom.

Será que ele fará isso com a mesma alegria?

E Alckmin? Que deveria zelar pela segurança pública em São Paulo…

Não dá para falar em Geraldo Alckmin, e não falar em abandono.

Em 2006, com essa turma no governo, São Paulo foi cenário de uma tragédia anunciada.

O crime organizado ganhando força,até mesmo dentro dos presídios paulistas.

E os policiais, sob a incompetência do governo tucano, servindo de alvo para criminosos (clique aqui).

Agora a imprensa, que geralmente protege os governos tucanos, anuncia nova tragédia.

E anuncia exaustivamente…

Enquanto isso o candidato Serra quer ‘tchu’.

Quer ‘tcha’.

E o cidadão/eleitor? Quer o quê?

Veja também:

Segurança Pública do tucano Alckmin coloca São Paulo de joelhos. Se os homens que deveriam proteger o cidadão estão sendo mortos, o que acontecerá com o cidadão?

Os números da Segurança Pública: Quando eles vão dizer a verdade??

Liberdade de Imprensa X Formação de Quadrilha: Revista Veja inocenta Carlinhos Cachoeira

O prefeito que conta com aprovação de apenas 26% dos eleitores, segundo o Datafolha, ao falar dos problemas de São Paulo, procurou poupar os responsáveis.

“Eu sinceramente não tenho ideia por que São Paulo não tem metrô. Não vou desmerecer quem fez, mas 70 km é muito pouco. (…) Eu sinceramente nem tinha nascido (quando as obras do metrô começaram), não sei se foi lobby da indústria automobilística, lobby das indústrias de ônibus ou se foi incompetência mesmo, porque naquela época não foi feito metrô”, afirmou o prefeito, que após a palestra ressaltou que a crítica não se refere à gestão do PSDB no governo. “Pelo contrário. Estava falando de 50, 60 anos atrás”, explicou. *

Ele diz que sinceramente não tem idéia…

Se não tem idéia, “Por qué no te callas?”

É curioso ver que o prefeito da maior cidade brasileira faça uma avaliação com tamanha estupidez.

Há 50, 60 anos atrás as pessoas andavam de bonde. Não havia o trânsito que existe hoje.

Talvez Kassab não saiba, já que não havia nascido.

O fato concreto é que, quando a população de São Paulo sentiu os efeitos do trânsito e precisou de um governo atuante, esse governo não estava lá.

E qual foi esse governo abandonou o metrô de São Paulo por quase 20 anos?

Kassab não sabe?

Ou não tem interesse em falar…

Por fim, Kassab recomendou aos eleitores que, neste ano, cobrem compromissos de seus candidatos à sucessão municipal, sem citar sua preferência eleitoral. Ele ainda recomendou a fiscalização do cumprimento dessas promessas de campanha. “No mundo de hoje, é difícil assumir um compromisso e não honrá-los, porque a tecnologia deixa tudo documentado”, disse.

Ironicamente, o pré-candidato que conta com o apoio de Kassab, o ex-governador José Serra (PSDB), vem sendo cobrado justamente por um compromisso firmado em 2004, quando assinou um termo em que garantia que não deixaria a prefeitura para concorrer ao governo do Estado – o que ele acabou fazendo, em 2006. Kassab disse à imprensa após a palestra que dessa vez Serra ficará durante todo o mandato, caso seja eleito. *

Pior que Kassab falando, só o Kassab governando...

Pior que Kassab falando, só o Kassab governando...

Kassab garante que Serra, sendo eleito, ficará no cargo.

Além de Kassab, Alckmin também garante (clique aqui).

Serra tem muitos fiadores… Ele precisa ter!!

Hoje em dia, uma promessa de Serra tem conotação de piada.

Veja também:

Briga? Tumulto? Guerra? Não… É o Metrô de SP.

Administração Kassab: São Paulo, que já não faz coleta seletiva de lixo agora proíbe doação de reciclável

Imagem: animatunes.com.br

*Do Portal Terra

Ser contra a homofobia, não é ser gay.

É dificil entender isso?

Qualquer pessoa com ensino fundamental, deveria entender…

Afinal, heterossexualidade não é sinônimo de burrice.

Agora veja a postura do senador Magno Malta:

Senador evangélico ataca Haddad por ’kit gay’

10/02/2012

O líder do PR no Senado, Magno Malta (ES), ameaçou ontem mobilizar os evangélicos para derrotar o petista Fernando Haddad na eleição municipal de São Paulo.

Ele voltou a ligar o ex-ministro da Educação ao chamado “kit gay”–material que seria distribuído em escolas para combater preconceito contra homossexuais.

O senador quer derrubar um candidato a prefeitura de São Paulo.

Magno Malta representa São Paulo??

O senador que ganhou votos pulando de galho em galho, foi em 2005 indiciado pela Polícia Federal, acusado de envolvimento com a “Máfia das Sanguessugas” (clique aqui), depois apoiou a candidata Dilma, apesar da polêmica envolvendo a candidata e o aborto.

Sua afirmação, na época, foi bem diferente da que ouvimos agora:

Magno Malta: ”Debate é politico, não vamos eleger papa”

20 de Outubro de 2010

Por que mudou o discurso? Vamos eleger um papa para prefeito?

O homem, que se intitulou uma liderança nacional no combate á pedofilia (clique aqui) apareceu no Datena (clique aqui) e ganhou bastante visibilidade.

Afinal, ele é contra a pedofilia (como se todos os outros fossem a favor).

O fato de o senador apoiar Dilma Rousseff, também não parece intrigante.

Será em razão da arrebatadora popularidade da presidenta?

Malta no palanque da presidenta eleita.

Ele vai pra onde o vento assopra…

O homem que esteve ao lado de Dilma, agora está com Bolsonaro.

Bolsonaro faz cartaz com provocações a Haddad

08/02/2012

Será que algum dia ele esteve ao lado de alguém?

Veja também:

Barrado super aumento para subprefeitos e secretários: Justiça mais uma vez no caminho de Kassab e seus “amigos”

Profanação: Tucanos invadem missa e tentam subir no altar

Homofobia e eleições: Que futuro esperamos para o Brasil?
Imagem: luizleone.blogspot.com

É dificil encarar gente tão primitiva… Com soluções tão bizarras.

Ontem à noite o estado de São Paulo assinou um atestado de incompetência, em relação à toda política de Segurança Pública.

Da Band:

SP aprova lei que proíbe garupa em motos

23/11/2011

Os deputados estaduais aprovaram na noite de ontem projeto de lei que proíbe garupas em motocicletas nos dias úteis. A regra, que ainda precisa ser sancionada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para começar a valer.

Deputado já não trabalha muito, quando trabalha mostra o quanto é preparado...

Agora, resta saber se o governador Alckmin vai endossar o atestado…

Não foi foi este parlamento envolvido no escândalo de venda de emendas?? (clique aqui).

E os números da criminalidade? Não estão em queda? (clique aqui e aqui).

Se estão, por que mudar? Será que estão mesmo??

Eu nunca tive e, nem pretendo ter moto.

Não tenho, por achar perigoso. Porém não sou mais cidadão por isso.

Tenho amigos que vão trabalhar com a esposa.

Caso a lei entre em vigor, uma perigosa porta será aberta.

E por esta porta sairão todos os princípios que regem uma democracia.

Aprovada a lei, o próximo passo talvez seja instituir o toque de recolher, para proteger o cidadão.

Assim a polícia poderia prender todos aqueles que ousarem andar pelas ruas fora do horário.

O governo poderia também acabar com a propriedade privada. Seria o fim dos crimes contra o patrimônio.

O governo deve ser mais eficiente, a polícia deve ser mais eficiente. Dessa forma a segurança da população estaria garantida.

O resto é conversa fiada e tentativa de implantar ditaduras.

Veja também:

Palhaçada!! Médica processada por fraudar plantões é contratada pela prefeitura de São Paulo

Venda de emendas em São Paulo: Por que a Veja não promove um escândalo??

Imagem:reciclavelxdescartavel.wordpress.com