Tag Archive: Opinião


“O Dia do Beijo é comemorado em 13 de Abril. Nesta data celebra-se o beijo que é um símbolo de afeto e carinho, sendo um gesto muito antigo e desde a idade média era utilizado com várias simbologias.” (clique aqui).

serra-e-filma

Ontem vieram me falar sobre o dia do beijo.

Fui até cobrado por não ter me lembrado.

Mas, pensando bem, o que é o DIA DO BEIJO?

O que isso tem a ver contigo? Ou comigo? Ou com qualquer pessoa?

Aos que A-D-O-R-A-M comemorar datas definidas por outros, lamento dizer.

Isso não existe.

DIA DO BEIJO.

Quem faz seu dia do beijo É VOCÊ

Eu tenho o meu DIA DO BEIJO

Um dia particular. Só meu.

Meu e de uma pessoa bem especial.

Vou comemorar, com ela, o nosso dia.

NOSSO DIA.

E de mais ninguém…

Veja também: Quem beijar gente feia por caridade poderá abater no Imposto de Renda, diz governo
Imagem:
Anúncios

Oportunidades

Oportunidades.

wallpapers-do-por-do-sol

É nisso que se resume a vida.

Vemos pessoas tristes e pessoas felizes.

E vemos por quê?

A tristeza é um sentimento comunista.

Ela chega para todos.

E todos podem tê-la.

Podem tê-la à vontade.

Mesmo que não a queiram…

Já a felicidade não.

É preciso correr atrás.

É preciso conquistá-la.

E, às vezes, vemos que é bem difícil conquistar.

Mais difícil ainda manter.

A felicidade é para poucos.

É capitalista.

E nem sempre é justa.

É preciso investir, para obter retorno.

E muitas vezes ficamos diante de investimentos de risco.

A felicidade de ontem pode muito bem vir a ser a tristeza de hoje.

Porém não há nada mais triste que ver oportunidades perdidas.

Não há nada mais triste que ver uma pessoa que não se permite uma oportunidade de felicidade.

Um dia, talvez um dia distante, vamos olhar para trás e vamos nos ver lutando.

Vamos nos ver vencendo ou perdendo.

Vamos nos ver aproveitando ou tentando aproveitar as oportunidades.

Ou não.

Hoje estou feliz.

Estava feliz ontem.

E também no dia anterior.

No campo dos sentimentos, hoje eu me sinto rico.

Tive um encontro com a oportunidade.

Ela sorriu para mim.

E eu a segurei nos braços.

Isso me assusta.

Talvez ela se vá. Talvez se canse de mim.

E dê espaço para que a tristeza chegue.

Diferente da felicidade, a tristeza não se cansa…

Veja também:

Tomara (Por Vinicius de Moraes)

Sensibilidade

Imagem: www.fundospaisagens.com

 

A falta de democracia dentro do PSDB possibilita candidatos eternos. Talvez tenhamos que ver o 'revigorado' Serra por mais um milênio...

Às vezes nos faltam forças para continuar discutindo política

Estava chegando em casa ontem, após um dia de trabalho, quando encontrei um vizinho no elevador.

– Olá! Tudo bem?

– Olha, estaria melhor sem a Dilma.

– Mas, sem a Dilma, vamos pensar. Vamos colocar quem no lugar dela?

Talvez Alckmin ou Serra.

E transformar a Petrobras em uma imensa Sabesp.

Competente apenas para tirar dinheiro do cidadão (clique aqui), para depois abandoná-lo sem água.

Talvez Aécio Neves.

E levar ao Governo Federal alguém acusado do desvio de mais de R$ 4 bilhões da saúde em Minas (clique aqui).

Ou do aeroporto em terras de sua família, construído com dinheiro público (clique aqui).

Falei isso mas não discutimos.

Ele deu apenas um sorriso amarelo e deixou o elevador.

Não sei se pensou a respeito.

Espero que tenha pensado.

Não quero sair às ruas para pedir a cabeça de Dilma.

Tampouco quero sair para defendê-la, já que nem a direção de seu partido se mostra muito disposta a fazê-lo.

E vi e vivi tempos em que a militância petista era admirada.

E temida.

Pessoas que saíam às ruas e conversavam com o povão.

E o povão ouvia essas pessoas.

Hoje eu vejo a direção petista distante do povão.

Distante de sua militância.

Hoje eu vejo militantes tristes, abandonados, sem motivação.

Enquanto isso a midia, que faz o papel de militante da oposição, segue mais motivada que nunca.

Dilma apanha diariamente.

O PT apanha diariamente.

Está fácil, muito fácil bater.

E todos culpam Dilma, porque está na moda.

Ela é culpada até pelo que não tem culpa.

Está fácil, muito fácil bater.

Meu vizinho é apenas um retrato da moda.

Vemos isso, diariamente, no Facebook.

Vemos no Whatsapp.

Vemos em todas as redes sociais.

E, tristemente, qual a melhor maneira de rebatê-los?

É perguntar se existe alguma coisa melhor que ela.

E existe???

Veja também:

Os Poemas (Por Mario Quintana)

Relacionamentos e opiniões: Será que valeu a pena?

Vejo mulheres infiéis.

Vejo homens cafajestes.

Vejo agressões.

Físicas e verbais.

Vejo a degradação humana.

E vejo tudo isso ocorrendo entre pessoas que deveriam se gostar.

Vejo tudo. O respeito, o carinho e o amor indo para a lata de lixo.

agressão

Ao mesmo tempo, vejo novos relacionamentos que começam.

Vejo pessoas que acreditam em outras pessoas.

Que se iludem por outras pessoas.

Novamente.

Será que elas não aprendem?

Mais uma história começa.

Uma história que não sabemos como acabará.

Nos resta torcer.

Na verdade, não nos resta muita coisa…

Esse era eu ontem.

Sem ilusões.

Ou surpresas.

Sem investir o suficiente para considerar como perda.

Porém hoje eu, sempre tão observador, vejo que as coisas mudaram.

Um pouco.

E vejo que as coisas mudaram depressa.

Ao ver a felicidade, percebemos que ela é igual a um vento que sopra.

E temos que aproveitar o vento…

Pois a vida é feita de momentos felizes e outros tristes.

São os momentos felizes e a lembrança de tais momentos que nos darão forças para enfrentar tristezas.

Assim como o vento, a felicidade muda.

As pessoas nos deixam.

Mesmo que não queiram nos deixar.

E a saudade nos consome.

Mas, de repente, surgem novos ventos.

Que nos enchem, como uma vela de barco.

E nos empurram adiante.

Um novo vento surgiu.

Não sei aonde esse novo vento me levará.

Só sei que quero seguir.

Estou cansado, muito cansado de ficar parado.

É hora de içar minha vela.

Hora de avistar novas paisagens.

Hora de se permitir sorrir.

E sorrir abertamente.

Mesmo que chore.

Mesmo que sofra.

Acho que, um dia, gostarei de me lembrar disso…

Veja também:

Revoltados de mentirinha. Será que alguém precisa deles?

Machistas. Feministas. Ou apenas o lado mais fraco de uma corda que arrebenta…

Imagem: http://www.conquistanews.com.br/

Falando sobre o tema “machismo e família”, estava comentando sobre isso hoje.

E a conversa ficou interessante.

Falava com uma amiga sobre a criminalidade e sobre o elevado número de jovens e adolescentes mortos na guerra das drogas.

Daí eu comentei:

Me lembro que, há tempos atras, o pai saia para trabalhar e garantir o sustento da família.

Ele era o provedor da casa.

E, enquanto isso, a mãe tinha a responsabilidade de estar ao lado dos filhos.

De cuidar deles.

De orientá-los.

Uma abribuição mais importante até que, simplesmente, trazer dinheiro.

Era um sistema machista, mas funcionava para educar os filhos.

Havia muito menos criminalidade.

Pois, com o avanço do feminismo, aliado com uma queda de rendimento do pai (o velho provedor) através das décadas, vimos que a mulher também passou a sair para trabalhar.

Profissionalmente foi muito bom para ela.

Mas e para os filhos?

Com o pai fora o dia todo, com a mãe fora o dia todo, quem é que cuida dessa criança?

A realidade mostra quem é que cuidou.

Quem agradece (e muito) é o tráfico.

O tráfico que, graças à vida (e à morte) de nossas crianças, só fez crescer.

4
Deixando um pouco de lado machismos e feminismos, essa situação é dramática.

E só tende a piorar.

Precisamos da ação do Poder Público.

Não para construir mais presídios ou para armar a polícia.

Fazer isso é como enxugar gelo.

O Poder Público precisa investir em EDUCAÇÃO.

Mais escolas e melhores escolas precisam ser construídas.

Precisamos investir em ensino em tempo integral.

Assim a criança e o adolescente terão uma ocupação saudável.

A criança estuda pela manhã, depois fica na escola praticando esportes.

E com a supervisão de profissionais sérios e qualificados.

Podemos, nas escolas, formar bons nadadores, ginastas, velocistas…

Podemos transformar o Brasil em uma potência olímpica.

Principalmente, estaremos formando bons cidadãos.

Com isso, não será mais tão necessário construir presídios ou armar a polícia.

Enquanto houver embates e discussões entre homens e mulheres, entre machistas e feministas, ninguém sairá vitorioso.

Antes de brigar, devemos cobrar a contribuição do Poder Público.

Cadê a nossa educação de qualidade?

Cadê a contrapartida dos altos impostos pagos?

Precisamos do Poder Público como aliado.

Se não está ao nosso lado, precisa ser substituído.

Como um produto quebrado.

Quem dá educação básica?

Não são as prefeituras?

E quem dá educação à nivel médio?

Não são os governos estaduais?

Então vamos à luta!

Pois, se não cobrarmos (e muito), todos nós.

Homens e mulheres.

Machistas e feministas.

Papais e mamães.

Se não mostrarmos a nossa força (e os nossos dentes) enfrentando o que deve ser enfrentado, jamais teremos uma sociedade saudável.

Veja também:

Gerson Carneiro: Minha máscara caiu em pleno carnaval

Gerson Carneiro: Querem combater o machismo? Baixem as armas!

Está sendo votado nesta quarta-feira (10) na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 4330/04 que permite a terceirização em todas as atividades das empresas (clique aqui)

Projeto de autoria do deputado Sandro Mabel (PMDB-GO).

Na terceira reunião da Mesa de Negociação Quadripartite, formada por representantes das centrais sindicais, governo, parlamentares e empresários, realizada nesta terça-feira (9), a bancada patronal rejeitou as alterações no PL propostas pela bancada sindical.

Caso o projeto seja aprovado como está, a classe trabalhadora sairá com um prejuízo histórico.

Tanto que as centrais sindicais já se comprometeram a tornar público o nome dos parlamentares que apoiarem o projeto de Mabel (clique aqui).

Mas o que o polêmico projeto tem de tão ruim?

Vamos resumir a proposta de Sandro Mabel:

bancariose.com.br
O grande empresário não precisa mais contratar funcionários. Para isso, ele vai encarregar diversas empresas “Zé Bunda” para fazer.

Teoricamente não se percebe grandes mudanças. Porém o grande empresário tem um nome, uma imagem a zelar.

E isso vale muito.

Diferente da empresa “Zé Bunda”. Eles podem deixar de recolher INSS, FGTS e podem prejudicar a vida de diversos trabalhadores.

Trabalhadores que trabalham na grande empresa, mas com vínculo com o “Zé Bunda”.

E depois, quando a bomba explodir, vai explodir no colo do “Zé Bunda”. Ele perderá as diversas ações trabalhistas movidas contra ele.

Inadimplente, sem condições (ou vontade) de pagar, vai acabar sendo declarada sua falência.

Decretada sua falência pelo juiz, será dado início ao processo de execução coletiva dos bens.

Mas o “Zé Bunda” não terá bens em seu nome. E agora?

Agora, provavelmente, o grande empresário já terá outros funcionários produzindo.

Funcionários contratados, é claro, por outra empresa “Zé Bunda”.

Não é um “avanço” a proposta do tal Mabel??

E o cara ainda tem nome de uma bolacha dura e ruim…

Leia a integra do projeto (clique aqui).

E depois decida sobre quem está com a razão.

Sandro Mabel e a bancada patronal. Ou os sindicalistas (que representam os interesses da classe trabalhadora).

Também será interessante para decidir em quem não votar, nas próximas eleições…

 Veja também:

Projeto da Terceirização: CUT divulgará nomes de deputados que votarem contra a classe trabalhadora

Trabalhadores vão para as ruas no dia 11 de julho contra o projeto de Sandro Mabel: Não à Terceirização!

Imagem: bancariose.com.br

Do Facebook:

Captura de tela de 2013-06-22 17:23:28

O cidadão publicou a foto na rede social, classificou outra pessoa como “TRAIDOR” e “JUDAS”, ofendendo sua dignidade e ainda pediu que ela fosse compartilhada e divulgada.

Pois estamos divulgando…

Porém não concordamos com a prática ofensiva.

Fica a pergunta:

Quer dizer que “ele se vendeu ao PT”?

Por que ele não poderia “se vender ao PSDB”, por exemplo?

O partido que está a quase 20 anos no governo de SP e jamais reduziu o preço do metrô.

Que muito pouco investiu no metrô.

Quem pega o metrô na estação Corinthians Itaquera ou na estação Artur Alvim, todas as manhãs, sabe bem o que estou falando.

Mas o garotâo que posta a foto do “traidor” e aparece de paletó e gravata não deve saber o que é andar de metrô lotado.

Ele está pouco se lixando para o MPL e suas reivindicações.

Ele e seus amigos riquinhos.

Ele também deve querer acabar com as cotas de negros nas universidades.

Ou com programas de inclusão social como o Bolsa família ou o Minha Casa, Minha Vida.

Deve odiar pobre, acreditando que pobre somente existe para servi-lo.

O rapaz que se chama Washington (como a capital dos Estados Unidos), utiliza as redes sociais para rotular um cidadão como “judas”.

É isso aí!! Vamos utilizar o direito democrático de persegui-lo.

Hoje ele é perseguido, amanhã poderá ser morto.

Trucidado como um Judas na sexta-feira da Paixão.

E tudo em nome dessa “nova democracia”.

Essa que mostra bandidos (ou melhor “cidadãos”) saqueando lojas, incendiando veículos e destruindo tudo pela frente.

Essa “nova democracia” é uma mentira.

Mas tome cuidado!!

Caso não concorde com ela, você também poderá ser perseguido…

Veja também:

Manifestante dizia: “Foda-se o Brasil, nacionalismo é coisa de imbecil”

O MPL E SUA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

E se a história da segunda guerra mundial fosse registrada no facebook?

Imagem: facebook

17jun2013---manifestantes-chegam-ao-cruzamentos-das-avenidas-faria-lima-e-reboucas-em-pinheiros-zona-oeste-de-sao-paulo-no-5-protesto-contra-o-aumento-das-tarifas-do-transporte-coletivo-1371505262094_615x300

Temos visto uma mobilização espantosa por várias cidades brasileiras.

Belas manifestações, porém com momentos de selvageria.

Vimos manifestantes tentando invadir o Palácio dos Bandeirantes.

Também vimos no RJ, a tentativa de invadir a Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Vimos também um veículo sendo incendiado.

Ao que parece, tudo isso é pela revogação do aumento de tarifas do transporte público.

Porém o buraco é bem mais embaixo…

Os nossos bolsos também são violentados por pedágios caríssimos (e isso não é de hoje).

Pagamos uma altíssima carga tributária e não temos, por parte do estado, investimentos em Segurança Pública.

Uma infinidade de filhos, filhas, esposos, esposas, pais e mães são assassinados todos os dias por criminosos (e isso não é de hoje).

A PM, importante instrumento do governador para agredir manifestantes, professores, moradores de rua ou dependentes químicos, é um verdadeiro fracasso para combater a criminalidade.

Policiais que recebem salários de fome e que trabalham em várias jornadas para complementar o salário.

Com tais condições de trabalho, fica bem difícil garantir a segurança da população (e isso não é de hoje).

Pagamos uma altíssima carga tributária e não temos, por parte do estado, investimentos em Saúde Pública.

Uma infinidade de filhos, filhas, esposos, esposas, pais e mães morrem todos os dias sem atendimento médico decente (e isso não é de hoje).

Também podemos dizer que foram assassinados.

Temos políticos que estão no poder há muitos anos (em São Paulo já são décadas), e não conseguiram dar ao povo o básico.

Não conseguiram dar respeito ao povo.

Apesar de não concordar com manifestações violentas, ver um número imenso de manifestantes batendo às portas de Alckmin não parece ser surpresa.

Esse senhor tem muitas explicações a dar.

Hoje pudemos ver uma grande mobilização.

E, caso ainda não notaram, não foi apenas por alguns centavos na tarifa.

Veja também:

Ato com 65 mil participantes fecha marginal Pinheiros, emSP, e chega ao Palácio dos Bandeirantes

SP: Movimento Passe Livre diz que só negocia revogação de aumento

Imagem: http://noticias.uol.com.br

Candidato que se diz “democrata”, precisa aprender a conviver com pergunta difícil.

Em 2010 os questionamentos sobre os caríssimos pedágios cobrados pelo governador que acabava de deixar o cargo para disputar as eleições presidenciais, acabaram custando a cabeça de dois consagrados jornalistas da TV Cultura.

Heródoto Barbeiro e Gabriel Priolli.

Ex-diretor de jornalismo da TV Cultura, o jornalista Gabriel Priolli foi demitido, Priolli havia preparado uma reportagem sobre os pedágios nas rodovias paulistas – tema que incomoda o ex-governador José Serra (clique aqui).
Sobre as razões da demissão de Heródoto, veja o video onde o jornalista entrevista Jose Serra, pouco antes de sua demissão.

Agora, ao que parece, mais uma cabeça de jornalista pode estar indo para a ‘guilhotina’.

Do Terra:

Serra discute com jornalista sobre kit anti-homofobia

16/10/2012

Em entrevista à rádio CBN na manhã desta terça-feira, o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo no 2º turno, José Serra entrou em conflito com jornalista Kennedy Alencar que o questionou sobre o kit anti-homofobia do Estado de São Paulo.

Serra foi questionado pelo jornalista Kennedy Alencar sobre o kit anti-homofobia do Estado de São Paulo e o apoio de lideres conservadores como o Pastor Silas Malafaia. Em contrapartida, o tucano perguntou a Kennedy se ele havia lido o material. Enquanto o jornalista respondia que leu a cartilha e que viu semelhanças entre o material do governo federal, chamado pejorativamente de ‘kit gay’, e do governo estadual. Serra ainda continuou questionando. “Kennedy, fala a verdade. Você leu a cartilha inteira? Não leu, Kennedy”, afirmou o candidato.

Em resposta, o jornalista afirmou que fez uma pergunta objetiva ao tucano. Cortando sequencialmente o jornalista, Serra ainda afirmou: “faz favor, seja educado e ouça o que eu estou falando”. “Você está falando de uma cartilha que você não leu. Leia e você vai ver que são coisas muito diferentes”, completou. O candidato do PSDB ainda afirmou que a pergunta do jornalista “envolve uma mentira”, por considerar que as cartilhas “são completamente diferentes”. Por fim ele afirmou que o jornalista teria outra preferência política. “Eu sei que você tem suas preferências políticas, modere-se Kennedy, você está na CBN. Não pode fazer campanha eleitoral aqui na CBN.

Segundo o candidato tucano, a cartilha do MEC incentiva o bissexualismo.

Apesar de discordar radicalmente da opinião de Serra, apesar do espanto de ver argumentação tão estúpida…

Sua opinião deve ser respeitada.

É dessa maneira que se faz DEMOCRACIA.

E José Serra fez exatamente o oposto disto.

O candidato cortou o jornalista e o chamou de mentiroso (pois afirmou que ele não leu a cartilha, mesmo após ter ouvido do jornalista que ele havia lido).

A falta de respeito e de educação é característica de quem não tem o que dizer.

É coisa de ditador!

Para fazer tão grotesco papel, seria melhor que Serra tivesse ficado calado.

Seria melhor que tivesse ficado em casa.

Veja também:

Carlinhos Cachoeira e a justiça brasileira: Estão querendo soltá-lo…

Gráfica da Folha de São Paulo que vazou ENEM é condenada pela Justiça: E aí? Serra vai colocar no horário eleitoral?

Amanhã veremos a 87ª Corrida Internacional de São Silvestre.

Mas, será que realmente a veremos?

A mais tradicional corrida de rua do Brasil está irreconhecível.

Completamente mutilada.

Não respeitaram suas características únicas.

A São Silvestre foi vergonhosamente mudada através dos anos.

Idealizado pelo jornalista Cásper Líbero o evento, realizado desde 31 de dezembro de 1925, não deixou de ser disputado, nem mesmo durante os anos que marcaram a Segunda Guerra Mundial.

O horário, um dos maiores encantos da corrida original, não é mais o mesmo.

Até 1988 a corrida era realizada à noite porém, para ser aceita pela Federação de Atletismo, seu horário foi modificado (clique aqui).

01 amaroporto.blogspot.com

Rosa Mota: A maior vencedora da São Silvestre

marcou época, com seis vitórias consecutivas

Era lindo ver atletas amadores e profissionais juntos, na virada do ano, em um evento que misturava competição e celebração.

Porém, os organizadores acharam a opinião da Federação mais importante que a do povo nas ruas.

A celebração acabou.

Já haviam mudado o sentido da prova. Agora mudaram o percurso.

Afinal as autoridades acham que a tradicional corrida atrapalharia festa do Réveillon na Paulista (clique aqui).

Tradicional uma ova!

Com tantas mudanças, a prova, quase centenária, agora parece uma nova edição do Rock In Rio.

Onde o “Rock” deixou de ter importância.

A matéria da Contigo, que fala sobre o Rock In Rio, conta com Shakira em destaque (clique aqui).

Um “clássico do rock”.

A mesma matéria deixa bem claro que, além do “Rock”, o “Rio” também ficou para trás…

Ponto para o interesse econômico!

Em um mundo sem romantismo ou tradição, não parece difícil crer que, em um futuro bem próximo, a São Silvestre mude de cidade.

Ou de nome.

Veja também:

Os números da Segurança Pública: Quando eles vão dizer a verdade??

A internet móvel e o fracasso da privatização da telefonia no Brasil

Imagem: amaroporto.blogspot.com

Quem vê a intolerância nascer aqui no Brasil, não faz idéia de onde ela pode nos levar.

Não importa se religiosa, étnica, sexual…

Não importa o motivo, para quem decidiu deixar de ser humano.

Do Terra:

Onda de atentados contra cristãos na Nigéria mata ao menos 29

 25/12/2011

Ao menos 29 pessoas morreram neste domingo em cinco atentados perpetrados contra igrejas católicas pela seita islâmica Boko Haram, coincidindo com a celebração do Natal, informou a Agência de Notícias Nigeriana NAN.

O coordenador da Agência Nacional de Emergências da Nigéria (Nema), Slaku Luggard, informou à NAN que 25 corpos foram recuperados até o momento entre os destroços da explosão. Luggard afirmou que o número de vítimas pode aumentar à medida que os trabalhos de resgate se desenvolvam.

Segundo testemunhas citadas pela agência de notícias nigeriana, cerca de 200 participantes dos serviços religiosos da igreja de Santa Teresa permanecem desaparecidos. A polícia confirmou ainda a morte de um agente em uma segunda explosão na cidade de Jos (nordeste da Nigéria), que tinha como alvo outra igreja.

Do Terra:

Seita islamita reivindica atentado em igreja na Nigéria

25/12/2011
A seita islamita Boko Haram, da Nigéria, reivindicou neste domingo a autoria do atentado contra uma igreja de Madalla, perto da capital, Abuja, que matou 29 pessoas. “Somos responsáveis por todos os ataques dos últimos dias, inclusive a bomba na igreja de Madalla”, disse, em declarações por telefone, um porta-voz da Boko Haram, Abul Qaqa.

Segundo o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, o ataque foi fruto de um “ódio cego e absurdo”. “O atentado contra a igreja na Nigéria, precisamente no dia de Natal, manifesta infelizmente mais uma vez um ódio cego e absurdo que não tem nenhum respeito pela vida humana”, disse Lombardi, em declarações à imprensa, na Santa Sé.

Segundo Lombardi, o atentado “busca suscitar e alimentar ainda mais o ódio e a confusão”. O aumento das tensões interreligiosas na Nigéria, sexto país do mundo em número de cristãos, inquieta o Vaticano. Em novembro passado, durante sua visita a Benin, o papa Bento XVI insistiu na tradição tolerante do Islã na África e na coexistência pacífica entre muçulmanos e cristãos.

Quem quer impor idéias através de violência e morte, não resiste a um bom diálogo…

Veja também:

Tragédia anunciada: A inércia de Kassab e seus riquíssimos subprefeitos. Eles se lembram das áreas de risco em São Paulo?

Mais um Natal…

Mais um Natal…

Você pode acreditar em sonhos.

Pode acreditar em Papai Noel.

No nascimento do Cristo.

Pode acreditar em Deus…

Pode não acreditar em nada.

Nem mesmo no dia de amanhã.

Para muitos, hoje é dia de celebração e alegria.

Vai comer e beber a valer.

Pode também não ter o que comemorar.

Nem o que comer.

Não ter perspectivas.

Porém, para TODOS é Natal.

Assim como para TODOS nasce o Sol.

Para o justo.

Para o injusto.

Para muitos, não crer é o mais fácil.

O mais cômodo.

Porém espero, e creio, no milagre.

Que ocorra na vida das pessoas.

Não porque hoje é Natal.

Mesmo porque, não acredito no dia de Natal.

Acredito em TODOS OS DIAS.

Acredito em você!!

Desde que você também acredite…