Cine Belas Artes em 1971.Um dos ícones do movimento estudantil

http://www2.hsbc.com.br/hs/quem_somos/cultural/hsbc_belas_artes.shtml

Um dos mais importantes e antigos cinemas de São Paulo, o Cine Belas Artes, que viveu anos de glória a partir de sua inauguração, em 1967,corre o risco de fechar as portas.

Após o término da parceria (em 31 de março último) com o banco HSBC,o futuro se tornou incerto.

Com a chegada dos shopping centers,com seus cinemas e praças de alimentação,todo o charme dos velhos cinemas de rua de São Paulo acabaram em segundo plano.

Porém a importância histórica do velho cinema é algo a se considerar…

André Sturm, sócio e coordenador de programação do cinema,lembra que nos anos 60 e 70 São Paulo tinha uma programação de filmes de alta qualidade.

 Foi nessa época em que a sala se notabilizou pela “sessão maldita”, que exibia filmes proibidos pela ditadura como: “Mimi, o metalúrgico”, de Lina Wetmüller; “Sacco e Vanzetti”, de Giuliano Montaldo e “A classe operária vai ao paraíso”, de Elio Petri, frequentada por participantes do movimento estudantil.

Muita gente tem se mobilizado para salvar o Belas Artes.

Veja:

http://patrocineocinemabelasartes.blogspot.com/

Cada vez mais grupos e pessoas estão se unindo para salvar o cinema. Vamos juntos!
A restauratrice Marie-France Henry, proprietária do La Casserole, reuniu outros 16 restaurantes paulistanos para criar uma campanha “Salve o Belas Artes: Tudo Pode Dar Certo”.
De 5 de julho até 5 de setembro, quem colaborar com R$ 5 em uma das casas participantes receberá um convite válido para uma sessão de cinema, de segunda a quinta-feira. Na bilheteria, basta carimbar este mesmo convite para ganhar uma sobremesa de cortesia em qualquer um dos 17 estabelecimentos que aderiram à campanha.
No link acima,pode-se ver a relação dos restaurantes participantes.
 “Para o patrocinador é um patrimônio muito valioso. Já temos algumas propostas. Uma empresa de porte interessada em se comunicar com São Paulo e em ter o seu nome vinculado a essa marca, ainda mais depois dessa repercussão toda, vai aparecer como salvador, além do ganho a médio prazo. Temos quase 30 mil espectadores mês. Vai ser um ganho duplo. A gente tem algo muito valioso nas mãos”.

Veja também

http://www.cartacapital.com.br/app/materia.jsp?a=2&a2=10&i=7057

Atualmente o charmoso cinema perde espaço para a comodidade dos shoppings

Anúncios