Archive for abril, 2015


Mario Quintana

Tenta esquecer-me…

Ser lembrado é como evocar um fantasma…

Deixa-me ser o que sou, O que sempre fui, um rio que vai fluindo…

Em vão, em minhas margens cantarão as horas

Me recamarei de estrelas como um manto real

Me bordarei de nuvens e de asas

Às vezes virão a mim as crianças banhar-se…

Um espelho não guarda as coisas refletidas!

E o meu destino é seguir…

É seguir para o mar

As imagens perdendo no caminho…

Deixa-me fluir, passar, cantar…

Toda a tristeza dos rios é não poder parar!

Veja também:

Dia do beijo? Uma grande bobagem…

Oportunidades

“O Dia do Beijo é comemorado em 13 de Abril. Nesta data celebra-se o beijo que é um símbolo de afeto e carinho, sendo um gesto muito antigo e desde a idade média era utilizado com várias simbologias.” (clique aqui).

serra-e-filma

Ontem vieram me falar sobre o dia do beijo.

Fui até cobrado por não ter me lembrado.

Mas, pensando bem, o que é o DIA DO BEIJO?

O que isso tem a ver contigo? Ou comigo? Ou com qualquer pessoa?

Aos que A-D-O-R-A-M comemorar datas definidas por outros, lamento dizer.

Isso não existe.

DIA DO BEIJO.

Quem faz seu dia do beijo É VOCÊ

Eu tenho o meu DIA DO BEIJO

Um dia particular. Só meu.

Meu e de uma pessoa bem especial.

Vou comemorar, com ela, o nosso dia.

NOSSO DIA.

E de mais ninguém…

Veja também: Quem beijar gente feia por caridade poderá abater no Imposto de Renda, diz governo
Imagem:

Quem diz que “a sociedade tem repulsa do PT”? (clique aqui).

Eduardo Cunha?

O homem que, na prática, quer que o brasileiro pobre se f#%@??

O que esse homem fez pelo povo?

“Em 1989, Cunha foi o responsável financeiro do Comitê de campanha de Collor no Rio de Janeiro. Como retribuição ganhou o cargo de presidente da Telerj. Após a saída de Collor, foi exonerado por conta de um esquema de superfaturamento em contrato da companhia com a empresa NEC, que recebeu aditivo de US$92 milhões. Ainda por sua atuação na Telerj foi um dos 44 indiciados na investigação do Esquema de PC Farias.

Em 2000 reaparece nas páginas policiais após ter que deixar a presidência da Companhia Estadual de Habitação do Rio por conta de denúncias de corrupção. Desta vez foi acusado de realizar contratos sem licitação e favorecimento de empresas fantasmas. Instado a explicar a incompatibilidade entre seus gastos e a renda declarada no período, alegou um suposto empréstimo do banco Boreal.

Em 2005 foi aberta a CPI dos Correios, que desencadeou o escândalo do mensalão. E lá estava Cunha. Foi associado ao doleiro Lucio Funaro, cujo esquema com corretoras esteve ligado ao rombo de R$309 milhões do fundo de pensão carioca Prece. Foi descoberto que o doleiro, que tornou-se delator do mensalão, pagava o aluguel de um luxuoso flat para Cunha em Brasília.

A parceria mostrou-se sólida. Em 2007, quando Cunha emplacou a indicação do ex-prefeito do Rio Luiz Paulo Conde como presidente de Furnas, a empresa pública foi levada a fazer um negócio escandaloso, denunciado quatro anos mais tarde.

Pouco depois da posse de Conde, Furnas abriu mão de adquirir um lote de ações por R$6,9 milhões. Oito meses mais tarde adquiriu o mesmo lote, de outra empresa, por R$80 milhões. R$73 milhões de ágio. Quem foi a empresa felizarda? A companhia Serra da Carioca II, do Grupo Gallway, dirigido por… Lucio Funaro, operador de Cunha.

Todas essas denúncias são públicas, assim como as acusações de seu envolvimento numa negociata imobiliária com o traficante colombiano Juan Carlos Abadia e sua relação com políticos acusados de dirigirem milícias no Rio de Janeiro. No entanto, nada disso o impediu de tornar-se o chefe do Poder Legislativo do país e de querer ainda aplicar sermões republicanos.

Responde a processos criminais no STF e no Tribunal de Justiça do Rio por improbidade administrativa, compra de votos e crime tributário, dentre outros.
Homem de bons amigos, até agora saiu sempre ileso. Foi citado nos vazamentos da Lava a Jato. Resta saber se estará na denúncia do Ministério Público ou se passará assobiando novamente.” (clique aqui).

1

Não é ele que quer acabar com o já machucado SUS (criado para atender aos brasileiros, sem distinção de classe ou categoria profissional) e beneficiar os planos de saúde? (clique aqui).

 

Falando em planos de saúde, não foi Cunha quem derrubou um pedido de investigação (CPI) sobre planos de saúde? (clique aqui).

Ainda falando em planos de saúde, foi Eduardo Cunha que incluiu um perdão de mais de R$ 2 bilhões em multas recebidas por planos de saúde que lesaram cidadãos brasileiros. (clique aqui).

Ou seja, Cunha que por décadas ajudou a si próprio e a seus “amigos”, prejudicando a sociedade, agora se acha no direito de falar em nome dessa sociedade.

Veja também:

Eduardo Cunha: carreira recheada de polêmicas

Brasileiros, a Fifa e a velha mania de empurrar seus problemas para os outros…

Imagem: http://babacadanet.com/