Oportunidades.

wallpapers-do-por-do-sol

É nisso que se resume a vida.

Vemos pessoas tristes e pessoas felizes.

E vemos por quê?

A tristeza é um sentimento comunista.

Ela chega para todos.

E todos podem tê-la.

Podem tê-la à vontade.

Mesmo que não a queiram…

Já a felicidade não.

É preciso correr atrás.

É preciso conquistá-la.

E, às vezes, vemos que é bem difícil conquistar.

Mais difícil ainda manter.

A felicidade é para poucos.

É capitalista.

E nem sempre é justa.

É preciso investir, para obter retorno.

E muitas vezes ficamos diante de investimentos de risco.

A felicidade de ontem pode muito bem vir a ser a tristeza de hoje.

Porém não há nada mais triste que ver oportunidades perdidas.

Não há nada mais triste que ver uma pessoa que não se permite uma oportunidade de felicidade.

Um dia, talvez um dia distante, vamos olhar para trás e vamos nos ver lutando.

Vamos nos ver vencendo ou perdendo.

Vamos nos ver aproveitando ou tentando aproveitar as oportunidades.

Ou não.

Hoje estou feliz.

Estava feliz ontem.

E também no dia anterior.

No campo dos sentimentos, hoje eu me sinto rico.

Tive um encontro com a oportunidade.

Ela sorriu para mim.

E eu a segurei nos braços.

Isso me assusta.

Talvez ela se vá. Talvez se canse de mim.

E dê espaço para que a tristeza chegue.

Diferente da felicidade, a tristeza não se cansa…

Veja também:

Tomara (Por Vinicius de Moraes)

Sensibilidade

Imagem: www.fundospaisagens.com