No Brasil, se indignar está na moda.

protesto1

E as pessoas se revoltam por qualquer coisa.

Agora estou vendo pessoas indignadas com a postura da Fifa diante dos prejuízos com as arenas construídas para a Copa do Mundo no Brasil.

Mas, se a gente parar para pensar, o Brasil é um fracasso em coibir a violência nos estádios.

O Brasil é um fracasso em gerenciar seus principais espetáculos futebolísticos, colocando estes à mercê do gosto de uma emissora de TV.

E a tal emissora manipula os horários dos jogos, sem se importar com os torcedores ou com os atletas ou com nada. Apenas com sua grade de programação (clique aqui).

O que acaba afastando torcedores dos estádios.

O Brasil é um fracasso em educar seus cidadãos, que depredam arenas (clique aqui, aqui e aqui), agridem outros cidadãos (clique aqui e aqui), entram em luta com a polícia (clique aqui) e chegam ao ponto de tirar a vida de outros cidadãos (clique aqui e aqui).

Será que podemos culpar a Fifa?

Mesmo depois de tantos fracassos brasileiros?

Ao que questionada sobre o grave problema, a Fifa adotou uma posição bastante firme:

“O Brasil que se vire com suas arenas vazias” (clique aqui e aqui).

Será que estão tão errados assim?

Não chegou o momento de nossas autoridades mostrarem um pouco de serviço?

Acho que devemos protestar sim.

Mas não contra qualquer coisa, senão corremos o risco de nos perdermos.

Ainda mais…

Veja também:

 Raio-X do futebol brasileiro: País convive com estádios vazios

CBF vai votar em Blatter na eleição da Fifa

Imagem: www.itaberabanoticias.com.br