Archive for março, 2015


Oportunidades

Oportunidades.

wallpapers-do-por-do-sol

É nisso que se resume a vida.

Vemos pessoas tristes e pessoas felizes.

E vemos por quê?

A tristeza é um sentimento comunista.

Ela chega para todos.

E todos podem tê-la.

Podem tê-la à vontade.

Mesmo que não a queiram…

Já a felicidade não.

É preciso correr atrás.

É preciso conquistá-la.

E, às vezes, vemos que é bem difícil conquistar.

Mais difícil ainda manter.

A felicidade é para poucos.

É capitalista.

E nem sempre é justa.

É preciso investir, para obter retorno.

E muitas vezes ficamos diante de investimentos de risco.

A felicidade de ontem pode muito bem vir a ser a tristeza de hoje.

Porém não há nada mais triste que ver oportunidades perdidas.

Não há nada mais triste que ver uma pessoa que não se permite uma oportunidade de felicidade.

Um dia, talvez um dia distante, vamos olhar para trás e vamos nos ver lutando.

Vamos nos ver vencendo ou perdendo.

Vamos nos ver aproveitando ou tentando aproveitar as oportunidades.

Ou não.

Hoje estou feliz.

Estava feliz ontem.

E também no dia anterior.

No campo dos sentimentos, hoje eu me sinto rico.

Tive um encontro com a oportunidade.

Ela sorriu para mim.

E eu a segurei nos braços.

Isso me assusta.

Talvez ela se vá. Talvez se canse de mim.

E dê espaço para que a tristeza chegue.

Diferente da felicidade, a tristeza não se cansa…

Veja também:

Tomara (Por Vinicius de Moraes)

Sensibilidade

Imagem: www.fundospaisagens.com

No Brasil, se indignar está na moda.

protesto1

E as pessoas se revoltam por qualquer coisa.

Agora estou vendo pessoas indignadas com a postura da Fifa diante dos prejuízos com as arenas construídas para a Copa do Mundo no Brasil.

Mas, se a gente parar para pensar, o Brasil é um fracasso em coibir a violência nos estádios.

O Brasil é um fracasso em gerenciar seus principais espetáculos futebolísticos, colocando estes à mercê do gosto de uma emissora de TV.

E a tal emissora manipula os horários dos jogos, sem se importar com os torcedores ou com os atletas ou com nada. Apenas com sua grade de programação (clique aqui).

O que acaba afastando torcedores dos estádios.

O Brasil é um fracasso em educar seus cidadãos, que depredam arenas (clique aqui, aqui e aqui), agridem outros cidadãos (clique aqui e aqui), entram em luta com a polícia (clique aqui) e chegam ao ponto de tirar a vida de outros cidadãos (clique aqui e aqui).

Será que podemos culpar a Fifa?

Mesmo depois de tantos fracassos brasileiros?

Ao que questionada sobre o grave problema, a Fifa adotou uma posição bastante firme:

“O Brasil que se vire com suas arenas vazias” (clique aqui e aqui).

Será que estão tão errados assim?

Não chegou o momento de nossas autoridades mostrarem um pouco de serviço?

Acho que devemos protestar sim.

Mas não contra qualquer coisa, senão corremos o risco de nos perdermos.

Ainda mais…

Veja também:

 Raio-X do futebol brasileiro: País convive com estádios vazios

CBF vai votar em Blatter na eleição da Fifa

Imagem: www.itaberabanoticias.com.br

Todos tem direito a ter sua opinião.

Mesmo que não consigam sustentar sua opinião.

Vimos gente, neste domingo, defendendo o impeachment de Dilma.

Mas sem saber o que iria ocorrer, caso Dilma deixasse o cargo.

Curioso é que, há menos de um ano, Dilma foi eleita com mais de 54 milhões de votos.

Foi eleita de MANEIRA DEMOCRÁTICA.

E, mesmo que a pessoa se comporte como idiota e mostre total falta de informação básica (clique aqui), se estiver acompanhando a manada, será bem recebida.

Já quem tiver opinião contrária, mesmo que sua opinião seja fundamentada, será alvo de linchamento moral.

E, se bobear, até linchamento físico.

Isso não é se comportar como gente.

Isso é se portar como manada.

Uma cantora, após dizer que jamais marcharia ao lado de extremistas de direita, fanáticos religiosos e saudosos da ditadura, foi duramente atacada.

E o que ela disse, para merecer tal tratamento?

De Pragmatismo Político:

Cantora Pitty é hostilizada após se posicionar contra protestos pró-impeachment

pitty protesto impeachment dilma twitter

Veja também:

Após ser provocada, Pitty dá aula de igualdade a seguidor no Twitter

Tomara (Por Vinicius de Moraes)

Vinicius-de-Moraes2

Tomara

Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais…

Veja também:

Sensibilidade

Ausência (Por Carlos Drummond de Andrade)

Imagem: uvarau.com.br

Sensibilidade

url

Sensibilidade é um instante.

Um sopro.

Uma brisa.

Sensibilidade é água.

Água que corre.

Corre pelas mãos.

Tenho medo.

Medo que acabe.

Preciso de um copo.

Uma garrafa…

Um tanque.

Preciso de um jeito de evitar que tudo se perca.

Pois a água lava.

E ficamos limpos.

Porém ela fica suja.

E o que fazemos por ela?

Tenho medo.

Medo de permanecer sujo.

Medo de perder a minha sensibilidade.

Veja também:

Ausência (Por Carlos Drummond de Andrade)

Burrice coletiva: Será que podemos morrer disso???

Imagem: blogdofalcao.com

correiodoestado.com.br

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Veja também:

Os Poemas (Por Mario Quintana)

Relacionamentos e opiniões: Será que valeu a pena?

Imagem: correiodoestado.com.br

 

A falta de democracia dentro do PSDB possibilita candidatos eternos. Talvez tenhamos que ver o 'revigorado' Serra por mais um milênio...

Às vezes nos faltam forças para continuar discutindo política

Estava chegando em casa ontem, após um dia de trabalho, quando encontrei um vizinho no elevador.

– Olá! Tudo bem?

– Olha, estaria melhor sem a Dilma.

– Mas, sem a Dilma, vamos pensar. Vamos colocar quem no lugar dela?

Talvez Alckmin ou Serra.

E transformar a Petrobras em uma imensa Sabesp.

Competente apenas para tirar dinheiro do cidadão (clique aqui), para depois abandoná-lo sem água.

Talvez Aécio Neves.

E levar ao Governo Federal alguém acusado do desvio de mais de R$ 4 bilhões da saúde em Minas (clique aqui).

Ou do aeroporto em terras de sua família, construído com dinheiro público (clique aqui).

Falei isso mas não discutimos.

Ele deu apenas um sorriso amarelo e deixou o elevador.

Não sei se pensou a respeito.

Espero que tenha pensado.

Não quero sair às ruas para pedir a cabeça de Dilma.

Tampouco quero sair para defendê-la, já que nem a direção de seu partido se mostra muito disposta a fazê-lo.

E vi e vivi tempos em que a militância petista era admirada.

E temida.

Pessoas que saíam às ruas e conversavam com o povão.

E o povão ouvia essas pessoas.

Hoje eu vejo a direção petista distante do povão.

Distante de sua militância.

Hoje eu vejo militantes tristes, abandonados, sem motivação.

Enquanto isso a midia, que faz o papel de militante da oposição, segue mais motivada que nunca.

Dilma apanha diariamente.

O PT apanha diariamente.

Está fácil, muito fácil bater.

E todos culpam Dilma, porque está na moda.

Ela é culpada até pelo que não tem culpa.

Está fácil, muito fácil bater.

Meu vizinho é apenas um retrato da moda.

Vemos isso, diariamente, no Facebook.

Vemos no Whatsapp.

Vemos em todas as redes sociais.

E, tristemente, qual a melhor maneira de rebatê-los?

É perguntar se existe alguma coisa melhor que ela.

E existe???

Veja também:

Os Poemas (Por Mario Quintana)

Relacionamentos e opiniões: Será que valeu a pena?

1

Os Poemas

Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.

Quando fechas o livro, eles alçam voo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem. E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti…

Veja também:

 

Relacionamentos e opiniões: Será que valeu a pena?

Machistas. Feministas. Ou apenas o lado mais fraco de uma corda que arrebenta…

 

 

Imagem: poesiaspoemaseversos.com.br

Vejo mulheres infiéis.

Vejo homens cafajestes.

Vejo agressões.

Físicas e verbais.

Vejo a degradação humana.

E vejo tudo isso ocorrendo entre pessoas que deveriam se gostar.

Vejo tudo. O respeito, o carinho e o amor indo para a lata de lixo.

agressão

Ao mesmo tempo, vejo novos relacionamentos que começam.

Vejo pessoas que acreditam em outras pessoas.

Que se iludem por outras pessoas.

Novamente.

Será que elas não aprendem?

Mais uma história começa.

Uma história que não sabemos como acabará.

Nos resta torcer.

Na verdade, não nos resta muita coisa…

Esse era eu ontem.

Sem ilusões.

Ou surpresas.

Sem investir o suficiente para considerar como perda.

Porém hoje eu, sempre tão observador, vejo que as coisas mudaram.

Um pouco.

E vejo que as coisas mudaram depressa.

Ao ver a felicidade, percebemos que ela é igual a um vento que sopra.

E temos que aproveitar o vento…

Pois a vida é feita de momentos felizes e outros tristes.

São os momentos felizes e a lembrança de tais momentos que nos darão forças para enfrentar tristezas.

Assim como o vento, a felicidade muda.

As pessoas nos deixam.

Mesmo que não queiram nos deixar.

E a saudade nos consome.

Mas, de repente, surgem novos ventos.

Que nos enchem, como uma vela de barco.

E nos empurram adiante.

Um novo vento surgiu.

Não sei aonde esse novo vento me levará.

Só sei que quero seguir.

Estou cansado, muito cansado de ficar parado.

É hora de içar minha vela.

Hora de avistar novas paisagens.

Hora de se permitir sorrir.

E sorrir abertamente.

Mesmo que chore.

Mesmo que sofra.

Acho que, um dia, gostarei de me lembrar disso…

Veja também:

Revoltados de mentirinha. Será que alguém precisa deles?

Machistas. Feministas. Ou apenas o lado mais fraco de uma corda que arrebenta…

Imagem: http://www.conquistanews.com.br/

CUIDADO!!

mentira

Cuidado com pessoas que se revoltam com algumas coisas, mas não dão a mínima para outras.

Quem eles pensam que estão enganando?

O pior é que eles, com aquele discursinho de “Moralidade”, acabam enganando os mais incautos.

Revoltados seletivos.

Engraçado que não vimos nenhum deles protestando contra os casos de corrupção no Metrô de SP (clique aqui ).

Não vimos nenhum deles protestando contra a situação vergonhosa do abastecimento de água em SP (clique aqui ).

Nenhum deles também protestou contra as bostas que o governador do Paraná está fazendo com seu povo (clique aqui ).

Também nenhum deles protestou contra o senador Agripino Maia, pego em caso de corrupção (clique aqui ).

E o caso dos parlamentares, que aprovaram um pacote de “bondades”. E o tal pacote foi bom até com as esposas.

Só foi ruim para o contribuinte (clique aqui).

Não teve revolta.

Nem contra a omissão de patrimônio do senador Álvaro Dias (clique aqui).

Um dos que, na teoria, mais cobram transparência.

Mas na prática…

Agora, que vazaram inúmeras contas do HSBC (clique aqui).

Banco que é acusado de ignorar crimes de clientes e ajudar milhares de correntistas a sonegar impostos em seus

países.

E esses milhares de clientes/sonegadores?

Ao que parece, tem até dinheiro de traficantes.

Não se revoltam contra isso também?

Concluindo. Ao brasileiro normal um conselho.

Apenas um.

Não acredite em qualquer revolta ou em qualquer revoltado.

É bom ter cuidado.

O risco de ser enganado é enorme…

Veja também:

Machistas. Feministas. Ou apenas o lado mais fraco de uma corda que arrebenta…

Gustavo Castañon: Não se iludam, eles não vão desistir do Brasil

Imagem: http://robertlobato.com.br