Isso é para quem gosta de afirmar que petista e tucano é “tudo igual”.

A oposição no Brasil já criticou os governos Lula e Dilma pelo Bolsa Família (clique aqui), pelo Minha Casa Minha Vida (clique aqui), pelo PAC ( clique aqui) e por diversas ações adotadas com a finalidade de reduzir desigualdades sociais.

E a oposição, apesar de mostrar, na prática, não estar ao lado do povo, também mostrou que não está sozinha.

Enquanto Dilma fala de forma solitária, a oposição tem ao seu lado a imprensa (que deveria ser neutra)

Enquanto Dilma fala de forma solitária, a oposição tem ao seu lado a imprensa (que deveria ser neutra)

O governo que tirou mais de 30 milhões de cidadãos da miséria e os colocou na classe média não foi poupado pela oposição. Não foi poupado pela grande imprensa (aquela controlada por um pequeno grupo de poderosos). E, apesar do massacre midiático, após a vitória em 2002, venceu em 2006 e também em 2010.

Além de ter vencido, em 2012, na maior cidade do Brasil.

O que mostra, na prática, que o cidadão brasileiro está mais preocupado com seu bolso.

Dessa forma, Dilma acaba de jogar mais uma pá de terra sobre uma oposição agonizante.

Da Folha:

Em pronunciamento, Dilma amplia e antecipa redução da conta de luz

23/01/2013

Em pronunciamento em rede nacional, no rádio e na televisão, a presidente Dilma Rousseff anunciou na noite desta quarta-feira (23) que decidiu ampliar a redução das contas de luz e também antecipar o início do desconto.

Dilma aproveitou a oportunidade para responder àquele grupo que já cria tradição em torcer contra.

-Ela fez um duro ataque aos oposicionistas, numa preparação para o discurso de campanha. “Surpreende que desde o mês passado  algumas pessoas por precipitação, desinformação ou algum outro motivo tenham feito previsões sem fundamento”, disse Dilma.

A avaliação palaciana é de que ela aproveitou o pronunciamento para rebater às principais críticas à condução da economia. “Aliás, neste novo Brasil, aqueles que são sempre do contra estão ficando para trás. Pois nosso país avança sem retrocessos em meio a um mundo cheio de dificuldades”, disse a presidente em rede nacional de rádio e televisão.- (clique aqui)

A presidenta, em momento algum, fez ataques diretos. Em momento algum deu nome à turma “do contra”.

Porém, a turma “do contra” não demorou a se manifestar.

Do site oficial do PSDB:

Aécio: Dilma utilizou estruturas de Estado para fins políticos

24/ 01/ 2013 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) falou a respeito do pronunciamento executado pela presidente Dilma Rousseff na quarta-feira (23) quando, com o propósito de expor um plano para a redução do custo da energia elétrica, a petista atacou a oposição e os críticos a seu governo.

“O Brasil assistiu ontem a mais um exemplo inaceitável de como o PT usa, sem constrangimentos, estruturas de Estado para alcançar seus objetivos políticos. Sem razão que justificasse a formação de uma rede nacional obrigatória, vimos a apropriação de um instrumento de Estado para fins político-partidários. Falou à Nação não a presidente da República, mas um partido político, evidenciando, como nunca antes neste país, a mistura entre o público e o particular; o institucional e o partidário”, afirmou.

Usar estruturas de Estado…

Não foi o PSDB que usou estruturas de Estado para veicular propagandas da Sabesp pelo Brasil inteiro?

E isso às vésperas de uma eleição (clique aqui).

Mas Aécio Neves, é claro, não deve se lembrar disso…

Veja também:

Alckmin: Sensação de insegurança é “normal”

Veja lamenta criação de 1,3 mi de empregos em 2012

Investimento em educação? Por aqui não tem isso não!! Parlamentares barram repasse dos royalties do petróleo para educação. Veja aqui seu representante

Imagem: novobloglimpinhoecheiroso.wordpress.com