Serra,  já andava estressado, atacando jornalistas (clique aqui e aqui).

Serra, que recebeu apoio de candidato tão nanico, tão sem expressão, que não foi capaz de trazer consigo seu partido (clique aqui).

Como o discurso do ‘mais preparado’ não fazia mais efeito, mais uma vez, o tucano se viu obrigado a lançar mão da intolerância religiosa para vencer (clique aqui).

Assim como fez, sem sucesso, em 2010 (clique aqui).

Teve até líder religioso que chegou a chamar o adversário de Serra de “filho do diabo.” (clique aqui).

Com a divulgação da segunda pesquisa Ibope do segundo turno, podemos ver que a estratégia de Serra não está dando resultado.

Mais uma vez.

Da EXAME:

Ibope: Haddad lidera com 49% contra 33% de Serra

Em votos válidos – excluídos os entrevistados que dizem pretender votar nulo ou branco – o placar a favor do petista seria de 60% a 40% do tucano

17/10/2012

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira indica que se as eleições deste segundo turno em São Paulo fossem realizadas hoje o candidato do PT, Fernando Haddad venceria o pleito com 49% das intenções de voto, contra 33% do tucano José Serra.

Em votos válidos – excluídos os entrevistados que dizem pretender votar nulo ou branco – o placar a favor do petista seria de 60% a 40% do tucano. Foram ouvidos 1.204 eleitores entre os dias 12 e 17. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo SP-01864/2012.

A conversa do kit gay não pegou, porém esqueceram de avisar o candidato tucano.

Do Estadão:

Serra volta a criticar ‘kit gay’ federal; PSDB já vê prejuízo

17/10/2012

Só agora o PSDB viu o prejuízo?

Olhando as pesquisas eleitorais, podemos ver que o prejuízo do tucano se arrasta por meses.

Em maio, foi divulgada pesquisa feita pelo Ibope, encomendada pela Rede Globo, onde Serra tinha 31%.

A mesma pesquisa apontava Haddad, com apenas 3%. Além de perder para Serra, o petista estava também atrás de nomes como Russomano, Netinho de Paula, Soninha Francine, Gabriel Chalita e Paulo Pereira da Silva (clique aqui).

De maio até aqui, Serra foi de 31 para 33%, enquanto Fernando Haddad passou de 3 para 49%.

Enquanto Haddad só colheu lucros, o PSDB viu o prejuízo somente agora.

São eles que querem administrar São Paulo??

Veja também:

Paulinho da Força: Força? Mas, CADÊ A FORÇA?? PDT abandona Paulinho com Serra e entra na campanha de Haddad

A democracia de Serra: Candidato discute com Kennedy Alencar… Será que veremos mais um jornalista demitido?

Serra em campanha: Confrontos com cinco jornalistas em apenas 19 dias

Imagem: tvuol.uol.com.br