Dar dentadura não vale!

Ou sapatos, ou uma kombi (maquiada de ambulância).

Ou um ‘cala boca’ qualquer.

Eles foram eleitos para realizar algo grandioso.

Representar o povo.

Mas, na realidade, não é assim que acontece…

Do Sul 21:

Incêndios em favelas de São Paulo não sensibilizam vereadores

27/09/2012

A breve impressão de que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incêndios em Favelas instalada na Câmara Municipal de São Paulo começaria enfim a trabalhar se desfez na quarta-feira (26), quando os vereadores da base aliada ao prefeito Gilberto Kassab (PSD) retomaram o comportamento costumeiro e faltaram à reunião marcada para ouvir os subprefeitos de São Miguel, Jabaquara e Vila Prudente, regiões com ocorrências recentes.

Perto de 600 ocorrências desde 2008 não parecem suficientes para sensibilizar os integrantes do colegiado a levarem adiante, com o esforço esperado, as investigações para a qual foram eleitos.

A ‘casa do povo’, bem longe do povo: Será que conseguiremos consertar esse erro??

Se reparar bem, apesar de eleitos pelo povo, não são os interesses do povo que são defendidos…

Do Terra:

SP: Temas imobiliários e de interesse do prefeito dominam Câmara

12/07/2011

A atual inutilidade de Camara Municipal para o povo, poderia ser motivo de piada.

Do Estadão:

Metade dos projetos da Câmara Municipal são homenagens e nomeações

30/08/2012

Poderia, se não pegassem o nosso dinheiro para fazer coisas inúteis.

Ou coisas úteis, em benefício próprio.

Daí a coisa começa a perder a graça.

SP. Vereadores aumentam os próprios salários. Sem dissídio, sem negociação, sem greve… Eles são um exemplo!!

24/11/2011

Ou de seus ‘amigos’

Os nomes dos vereadores que votaram até 236% de aumento para subprefeitos. Procure seu vereador aqui…

13/12/2011

Fora a questão salarial, que já é vergonhosa, teve ainda vereador que utilizou o cargo para achacar shoppings.

Do Estadão:

Vereador é acusado de usar CPI para achacar shoppings

15/06/2012

Testemunhas dizem ao MP que Aurélio Miguel tomava R$ 200 mil de cada empreendimento para omitir nomes de relatório

A denúncia contra Miguel foi feita durante as investigações sobre o possível enriquecimento ilícito de Hussain Aref Saab, ex-diretor do Aprov, o setor da Prefeitura responsável pela aprovação de empreendimentos com mais de 1,5 mil m² na cidade de São Paulo.

As histórias de Aref e Miguel se cruzaram na investigação depois que a ex-diretora financeira do grupo Brookfield Gestão e Empreendimentos, Daniela Gonzalez, entregou aos promotores notas fiscais e e-mails que sustentariam sua acusação de que o grupo pagou R$ 1,6 milhão em propinas para liberar obras irregulares nos Shoppings Pátio Paulista e Higienópolis.

Teve vereador envolvido em desvio de donativos.

Da Band:

Gravação da RB revela envolvimento de vereador em desvio de donativos em SP

05/05/2011

Uma gravação da Rádio Bandeirantes revela o envolvimento do vereador Ushitaro Kamia (DEM) em um suposto esquema de desvio de donativos recolhidos pela Defesa Civil de São Paulo. Os deveriam ter sido enviados para as vítimas de enchentes no Rio de Janeiro. A fraude foi denunciada pela Rádio Bandeirantes.

Os parlamentares que estariam recebendo os donativos desviados seriam candidatos nas eleições municipais de 2012. Segundo informações da Rádio Bandeirantes, os vereadores estariam usando esses donativos para conseguir votos nas regiões mais carentes. Os donativos seriam entregues mediante a apresentação do título de eleitor.

Este mesmo vereador construiu recentemente um palácio, em área nobre de São Paulo.

O palácio, com valor estimado em R$ 6 milhões, não consta na relação de seus bens e nem foi declarada no IR (clique aqui).

Teve, ainda, vereador que, para justificar o súbito enriquecimento, simplesmente “ganhou na loteria”.

Da Folha:

Vereador dobra seu patrimônio e diz que ganhou na loteria

12/07/2012

Wadih Mutran (PP) dobrou sua riqueza entre 2008, quando declarou ter R$ 1,9 milhão à Justiça, e 2012, quando informou R$ 3,8 milhões.

A reportagem ainda mostra que quatorze parlamentares mais do que dobraram seu patrimônio desde 2008.

Todos ganharam na loteria?

Ou será que ‘ganhar na loteria’ agora significa ser eleito vereador…

É melhor abrir o olho!!!

Veja também:

Inúteis!! Eles merecem seu voto? Vereadores de São Paulo utilizam dinheiro público para projetos irrelevantes.

Educação: Haddad rebate Serra. Quem defende Kassab, não pode me elogiar

Imagem:poltronaskastrup.com.br

Anúncios