Quando o assunto é relação de consumo, todos sabem quem sempre leva a pior.

A posição de inferioridade do consumidor em face ao poder econômico do fornecedor é um verdadeiro drama (clique aqui).

E quando o fonecedor é um WalMart?

Uma verdadeira potência econômica…

Como fica o consumidor?

Da Band:

Sacolinhas de graça acabam neste domingo

12/09/2012

A novela das sacolinhas plásticas vai ganhar mais um capítulo neste domingo. A partir do dia 16, os supermercados não serão mais obrigados a distribuir as embalagens gratuitamente.

A decisão foi tomada no dia 8 de agosto pelo desembargador Torres de Carvalho, da Câmara Reservada ao Meio Ambiente do TJ (Tribunal de Justiça) do Estado de São Paulo, ao analisar um recurso do grupo WalMart.

Os supermercados, que continuam com aquele discursinho hipócrita de preservação do meio ambiente, se esquecem que comercializam produtos embalados em plástico.

A preservação ambiental de mentira: Vendo a quantidade de produtos embalados em plástico e comercializados pelos supermercados notamos que a única preocupação deles é o lucro fácil

É o arroz, o feijão, o macarrão, o papel higiênico…

Além dos refrigerantes vendidos em garrafas PET.

Eles, na teoria, se preocupam tanto com o meio ambiente, a ponto de entrar na justiça contra seus consumidores.

Se eles REALMENTE DESEJASSEM preservar a natureza, já não teriam teriam liderado um boicote aos produtos embalados em plástico?

Pois se os supermercados usam seu poder econômico para perseguir seus consumidores, ao invés de cobrar medidas ecológicas de seus fornecedores, então passou da hora de eles sentirem o gosto de um boicote de verdade.

Veja também:

Abaixo-assinado: Vamos retirar TODAS as embalagens plásticas dos supermercados!!

O CDC e a necessidade de tutelar a relação de consumo

Anúncios