Quando foi eleito governador, Geraldo Alckmin colocou a Segurança Pública como prioridade em seu governo (clique aqui).

Após dois anos vemos que o governador ainda não cumpriu sua prioridade. 

Não adianta as autoridades darem entrevistas e mostrar estatísticas dizendo à sociedade que tudo está bem.

Estatísticas que serão questionadas e derrubadas em questão de horas (clique aqui aqui).

Não adianta o Comando Geral da Polícia Militar de São Paulo elaborar carta para tranquilizar policiais (clique aqui).

A sensação de insegurança em São Paulo é uma realidade.

A falta de planejamento e investimento coloca policiais em risco.

Coloca a sociedade em risco.

Da Band:

Major Sofner garante que há coletes para todos os policiais em horário de trabalho

26/06/2012

A falta de equipamentos em número suficiente obriga policiais militares, da capital e da Grande São Paulo, a fazerem “RODÍZIO” de coletes à prova de balas .

Um lote de coletes, cuja validade venceu em abril, foi recolhido no começo deste mês e, até agora, não há previsão de quando novos equipamentos serão entregues.

Os PMs, que antes levavam os coletes para casa, têm que deixar os equipamentos no quartel, se transformando em “alvos fáceis” de novos ataques no horário de folga.

Geraldo Alckmin foi eleito em São Paulo no primeiro turno. Foto: Fernando Borges/Especial para Terra

Prioridade: Geraldo Alckmin, quando foi eleito fez muitas promessas…

Deixar coletes  (que garantem a vida das pessoas) perder a validade, é o mesmo que condená-las à morte.

Enquanto isso, o governador Geraldo Alckmin garante que a corporação está em alerta por causa dos ataques; além do reforço do policiamento, as bases estão cercadas por cones (clique aqui). 

Enquanto o governador fala que a corporação está em alerta, os cidadãos estão em pânico.

Quando em campanha, Alckmin colocou a segurança como prioridade, era isso que ele tinha em mente?

Veja também:

♫ Eu quero ‘tchu’, eu quero ‘tcha’♪ O ‘arrastão’ correndo solto, os policiais sendo trucidados… A ‘alegria’ de Serra contrasta com a falta de segurança em São Paulo

Segurança Pública do tucano Alckmin coloca São Paulo de joelhos. Se os homens que deveriam proteger o cidadão estão sendo mortos, o que acontecerá com o cidadão?


Anúncios