Hoje não teve greve, não teve manifestação e mesmo assim o cidadão está enfrentando 295 km de trânsito parado.

O que os ‘comedores de cérebro’ vão dizer? Que foi sabotagem do PT? (clique aqui)

Não precisa ser um cientista político para ver a crônica falta de investimento em nosso transporte público.

Mesmo que políticos de ocasião, ou jornalistas a serviço do crime organizado tentem fazer a cabeça do cidadão desavisado.

Basta ter olhos para ver os frutos do abandono em São Paulo.

Pessoas que trabalharam o dia todo, que geram riqueza para nossa cidade, para nosso estado e, em troca recebem tratamento vergonhoso.

Muitos acreditaram nas promessas de quem hoje é governo em São Paulo.

Do Terra:

Com 295 km, São Paulo registra maior congestionamento da história

01/06/2012

Lentidão na capital paulista chegou a 295 km às 19h, e superou a marca de 293 km, registrada no dia 10 de junho 2009. Foto: Léo Pinheiro/Terra

A cidade de São Paulo registrou na tarde desta sexta-feira o maior congestionamento da história, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Às 19h, eram 295 km de lentidão nas vias monitoradas pela empresa. O índice superou o registrado no dia 10 de junho de 2009, quando a CET anotou, às 19h, 293 km de congestionamentos.

Segundo a CET, a chuva, o excesso de veículos e acidentes que ocuparam faixas de vias importantes estão contribuindo para o recorde de lentidão.

A chuva e o excesso de veículos não são novidade por aqui… Os acidentes são as variáveis.

Porém São Paulo é uma cidade importante demais para se tornar refém dessas variáveis.

A construção de novas linhas de metrô, para desafogar um pouco as já existentes, seria uma medida vital para sanar os problemas de nosso trânsito.

Mas é difícil fazer frente a longos anos de falta de investimento (clique aqui)

Um transporte público de qualidade, que estimule o cidadão a deixar seu carro em casa parece, em São Paulo, tão distante quanto ver o Tietê limpo.

Enquanto isso, vamos treinar para entrar no Guinness World Records…

Veja também:

Briga? Tumulto? Guerra? Não… É o metrô de SP.

Para especialista, metrô de São Paulo só deve atender demanda a partir de 2020

Anúncios