O mesmo governo. A mesma história…

A história de dor e descaso no centro de São Paulo é antiga.

Pessoas sendo mortas diariamente.

Dolorosamente.

Há tempos, somos obrigados a ver o crime sendo cometido abertamente.

O tráfico ocorre, de forma ostensiva, já fazendo parte do cotidiano.

A Cracolândia já mudou de endereço (clique aqui).

Autoridades já a declararam extinta.

”Não existe mais a velha cracolândia deteriorada, a serviço da droga, a serviço do crime. Cada vez mais essa é uma página virada na história de São Paulo”, afirmou o prefeito Gilberto Kassab em outubro de 2007.

O tempo passou, Kassab foi reeleito (está aí desde 2004, quando chegou junto com Serra).

Já a segurança pública, está nas mãos do PSDB desde 1994, quando chegaram com Covas ao governo estadual.

Eles, que em tanto tempo pouco fizeram, agora fazem o quê?

Filme de terror: Ano após ano, verdadeiros "zumbis" vagam pelas ruas (vítimas do crack e do abandono)

Do UOL:

Em sete dias, operação prende 51 e apreende apenas meio quilo de crack em São Paulo

10/01/2012

Da Agência Brasil:

Defensoria Pública de São Paulo já coletou 32 denúncias de abuso em operação policial na cracolândia

11/01/2012

Do G1:

Juiz diz que ação na Cracolândia fez criação de posto voltar à estaca zero

11/01/2012

O desembargador Antonio Carlos Malheiros afirmou na tarde desta quarta-feira (11), na Câmara Municipal de São Paulo, que a ação policial na Cracolândia e a dispersão dos usuários de crack fizeram voltar à estaca zero o trabalho feito há cinco meses pela área de Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) de criação de um posto móvel para julgar com maior rapidez ações de internação compulsória.

O trabalho de combate ao tráfico é realizado com ações de inteligência policial.

Os grandes fornecedores devem ser identificados e detidos.

Uma ação rápida, além de ser política e oportunista, pune somente usuários e pequenos traficantes (que, geralmente, também são usuários).

O dependente precisa de amparo para superar suas crises (clique aqui e aqui).

A polícia deve trabalhar em conjunto com a assistência social.

Isso leva tempo e investimento.

Tempo, nossos governantes tiveram de sobra.

E investimento? Com mais de 31% do PIB do país (clique aqui), São Paulo não dá assistência adequada, mas não por falta de dinheiro…

Até quando veremos a incompetência e a truculência governando?

Até quando a Cracolândia fará parte do cotidiano em São Paulo?

Veja também:

Favela do Moinho: Falha em implosão custou R$ 3,5 milhões. E Kassab acha que foi um sucesso…

São Paulo: A “indústria das multas” chega à calçada. Enquanto isso, a Democracia vai para o buraco…

Imagem: missaonolar.blogspot.com

Anúncios