Archive for maio, 2011


O cidadão não tem, sequer, o direito de se indignar.

Denunciar então…

A certeza da impunidade leva autoridades, ou mesmo aquele detentor do chamado ‘pequeno poder’, ao abuso.

Do eBand:

Defesa Civil ameaça não entregar doações a áreas atingidas por chuva, após denúncia

Da Redação, com Rádio Bandeirantes

cidades@eband.com.br

Em represália às denúncias de desvio de donativos feitas pela Rádio Bandeirantes, em reportagem de Agostinho Teixeira, funcionários da Defesa Civil ameaçam “deixar de atender” áreas de São Paulo atingidas pela chuva. O boicote seria realizado nas zonas norte e leste.

As regiões são exatamente onde presidentes de ONGs confirmaram o “esquema” de troca de doações por votos.  Segundo o diretor de uma das organizações, que não quis se identificar, a Defesa Civil o procurou para falar das retaliações. “Ficaremos a Deus dará”, disse.

Flagrado pela reportagem, um dos coordenadores da Defesa Civil na zona leste foi categórico: a partir de agora, “a população que se prepare”. Geraldo Correa afirmou que não sabe quem ajudará essas comunidades quando a chuva começar.

Recebimento de doações

Há cerca de dez dias, outro diretor de uma ONG de São Paulo afirmou, em entrevista a rádio, que a organização onde trabalha recebeu doações desviadas da Defesa Civil em esquema de troca por votos. Segundo o homem, que não quis se identificar, outros vereadores da capital paulista participam de ações como a do vereador Ushitaro Kamia (DEM), denunciado pelo repórter Agostinho Teixeira.

Segundo a reportagem, o presidente de entidade diz que os mantimentos eram acompanhados do nome do parlamentar que deveria ser apoiado na eleição seguinte.

O responsável pela organização garante que os desvios eram tão grandes que até um brechó foi aberto para vender as doações que seriam entregues às vítimas das chuvas no Rio.

Entenda o caso

A Rádio Bandeirantes veiculou, no início do mês, uma notícia sobre o desvio de donativos que deveriam ser enviados para as vítimas das chuvas no Rio de Janeiro. Os produtos, que foram entregues pela população à Defesa Civil de São Paulo, ficaram esquecidos no galpão e agora estão sendo desviados para escritórios de vereadores, entre eles Ushitaro Kamia (DEM), que os trocam mediante a apresentação de título de eleitor.

A denúncia chegou às mãos do repórter Agostinho Teixeira, que está na emissora há 15 anos. Segundo Teixeira, ele recebeu a informação por meio de uma carta, pelo correio. “Chega muita carta ainda, manuscrita, impressa, sem identificação. Nesse caso, tinha dados que era possível perceber a consistência das informações, deu para ver que a pessoa tinha conhecimento do assunto”, conta. A partir daí, o repórter começou a checar as informações e viu que a história tinha fundamento.

De acordo com Teixeira, a história ainda não acabou, existem detalhes que ainda estão sendo apurados. “Essa correspondência possivelmente é de uma pessoa lá de dentro [da Defesa Civil], e tem mais uma parte, mas ainda estamos apurando”, comenta.

Redatora: Bárbara Forte

A denúncia envolve vereadores e servidores públicos incumbidos de auxiliar o cidadão em momentos de verdadeira tragédia.

Agora temos a campanha do agasalho. Esperamos que nossas doações cheguem a quem, de fato, precise.

Independente do voto!!

Veja também:

Então tá… OTAN assassinou civis, mas pediu desculpas.

A oposição quer Palocci!! Enquanto isso…

É como se, em um sequestro, a polícia matasse a todos.

Sequestrador e refém.

Em uma guerrilha, onde rebeldes estão bem próximos a cidadãos comuns, mais que poderio militar, deve-se ter um bom serviço de inteligência.

Pois, não foi inteligência, o que foi visto…

Do R7:

Otan pede desculpas pela morte de civis no Afeganistão

Segundo a organização, insurgentes se entrincheiraram em casas de civis

A Otan emitiu nesta segunda-feira (30) um comunicado no qual pediu perdão pela morte de civis em um bombardeio aéreo registrado no sábado (28) na província sulina afegã de Helmand. O texto é assinado por John Toolan, comandante-em-chefe da missão da Otan no Afeganistão, a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), conjuntamente pelo chefe da Isaf, o general David Petraeus, e seu número dois, o general David Rodríguez.

– Em nome da coalizão ofereço nossas sinceras desculpas aos familiares e amigos dos mortos. A coalizão leva muito a sério cada ferido ou morte de civis e tentará prevenir no futuro este tipo de incidentes.

Segundo informações à disposição das forças da Isaf, uma patrulha da coalizão foi atacada por cinco insurgentes no distrito de Naw Zad, província de Helmand, durante o qual um soldado morreu.

Posteriormente, os cinco insurgentes continuaram atacando de uma casa próxima, por isso que as tropas da Otan solicitaram ajuda área para neutralizar o ataque. Infelizmente, após o ataque se descobriu que o lugar onde se os insurgentes haviam entrincheirado era na realidade a casa de civis inocentes.

O relatório da Otan concretizou que uma investigação exaustiva está sendo realizada para determinar os detalhes exatos que provocaram o incidente. No comunicado se pede perdão pela morte de nove civis, embora segundo fontes oficiais afegãs as vítimas não-militares tenham sido 14.

No conflito entre talibãs e forças governamentais e estrangeiras no Afeganistão, não é de hoje que vemos civis levando a pior. Eles são trucidados em suas casas.

Os borbardeios chamados “cirúrgicos” são, há tempos, dignos de escárnio pelo mundo (clique aqui).

Seria hilário, se não fosse dramático.

Agora eles pedem desculpas…

Veja também:

A oposição quer Palocci!! Enquanto isso…

Metrô em São Paulo: A caminho da greve. A caminho do caos…

 

Ex-governadores continuam a receber pensão da vergonha.

A oposição, indignada com escândalos envolvendo o governo, se cala diante do que suja sua face. 

Yeda Crusius, Marcello Alencar e Álvaro Dias, estão entre os ex-governadores ‘aposentados-premiados’. Eles, que são do partido de FHC, o homem que chamou aposentados de vagabundos (clique aqui).

 Palocci, ao menos, pode dizer que a consultoria Projeto (de sua propriedade), foi bem remunerada por serviços na área econômico-financeira.

Enquanto isso, outros políticos seguem anônimos, tratando a coisa pública como verdadeira teta.

Do Terra:

OAB questiona no STF pensões de ex-governadores do Rio

E não é apenas no Rio.

Veja.

Da Folha:

Governador por 10 dias de MT recebe pensão vitalícia

Do Terra:

SC: governador por 9 meses terá pensão vitalícia de R$ 24 mil

Do Último Segundo:

Governador cassado recebe pensão vitalícia do Maranhão

Do eBand:

Parecer do MP é contra pensão vitalícia a ex-governadores do Paraná

O povo fica escandalizado, porém logo surge novo escândalo. Dessa forma, o esquecimento acaba favorecendo a bagunça.

Bagunça que beneficia alguns, enquanto a maioria dos aposentados brasileiros são maltratados.

Maltratados, inclusive (ou principalmente) por nossa classe política.

Veja também:

Metrô em São Paulo: A caminho da greve. A caminho do caos…

Privatização na polícia: Amanhã podem privatizar a justiça…

A falta de investimento, por parte de sucessivos governos, já seria grave em um estado menos populoso.

Mas, tratando-se de São Paulo, a situação é dramática.

Além de tratar mal o cidadão, que utiliza os trens diariamente, o funcionário também é maltratado.

Do Portal Terra:

SP: metroviários decidem entrar em greve em 1º de junho

Os metroviários de São Paulo decidiram na noite desta quinta-feira entrar em greve a partir da meia-noite do dia 1º de junho. A categoria se reuniu em uma assembleia na sede do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, localizada no bairro Tatuapé, zona leste da capital. Eles reivindicam reajuste salarial de 10,79%, com base na inflação medida pelo IGP-M, e 13,8% de ganho de produtividade. Segundo os metroviários, o Metrô ofereceu 6,39% de aumento.

Em nota divulgada, o sindicato afirmou que “diante de mais esta demonstração de pouco caso com o sufoco que a categoria enfrenta dia e noite para atender a população, a categoria não teve alternativa, senão decretar greve para o dia 1º de junho”. A categoria vai esperar uma nova manifestação do Metrô até as 18h de terça-feira, dia 31. A nova proposta será analisada em reunião marcada para as 18h30.

Em nota, o Metrô informou que acionará o Plano de Apoio entre Empresas de Transporte frente a Situações de Emergência (Paese) para minimizar a greve, que deve afetar 3,7 milhões de usuários. “A Companhia do Metrô preparou um esquema especial para garantir o acesso dos seus empregados aos postos de trabalho e alertou todos os funcionários sobre a responsabilidade de manter os serviços essenciais que atendam as necessidades inadiáveis da sociedade. Com o anúncio de greve, a SPTrans deverá readequar as linhas de ônibus para assegurar o transporte de passageiros ao Centro da cidade”, informou a nota.

Acha que é novidade? Então veja também:

Caos no Metrô: E a tragédia não tem data para acabar…

Briga? Tumulto? Guerra? Não… É o Metrô de SP.

É a linguiça comendo o cachorro…

O que está sendo mostrado pela ISTOÉ  já ocorre, há tempos, na polícia de SP. 

A matéria abaixo é de julho de 2010.

Vigilante particular fará segurança em delegacias – Seccional de Campinas fechou contrato com empresa de segurança privada para vigiar unidades policiais 

Segundo o delegado seccional José Carneiro de Campos Olim Neto, serão 400 equipamentos distribuídos entre as 38 unidades policiais de Campinas, Indaiatuba, Valinhos, Vinhedo e Paulínia. A ideia, de acordo com ele, é preservar os bens que ficam dentro das delegacias. ‘Trata-se da segurança de patrimônio público, bens públicos que necessitam de segurança’, disse.

Neto explica que, pelo serviço, a Secretaria de Segurança deve desembolsar uma mensalidade à empresa Carvalho Tecnologia em Segurança, que cuidará da implantação e do monitoramento do sistema. O valor não foi revelado pelo delegado, que explicou que houve processo de licitação para escolha da firma que assumiria a função.

O delegado não teme que a medida, que teve início com o seccional antecessor a ele, manche a reputação da Polícia Civil perante a população. Para ele, a contratação de empresas de segurança privada é uma tendência atual em casas e comércio e não há problemas em ser utilizada também pela polícia.

Em Campinas, um dos casos mais marcantes que expôs a vulnerabilidade da polícia civil foi quando, em fevereiro de 1999, 340 Kg de cocaína desapareceram do Instituto Médico Legal (IML) do município. A droga havia sido apreendida em Indaiatuba.

Fonte Conversa Afiada.

Quem é responsável por dar SEGURANÇA PÚBLICA à população, contrata uma empresa de SEGURANÇA PARTICULAR…

A matéria acima, serve para ilustrar, a declaração de incompetência dada pelo estado de SP. A própria autoridade policial compara a delegacia com o imóvel de um cidadão comum (sujeito a roubos, furtos ou atos de vandalismo).

O fato, apontado pela ISTOÉ, de termos nossas fronteiras guardadas por pessoas sem qualificação, é gravíssimo, mas não é único. 

Passou o prazo de nossos governos tratarem de nossa segurança com respeito e seriedade.

Veja também:

Quanto vale, para você, um deputado?

Obama acorda após 2 anos. Será que voltará a dormir?

Você trocaria um deputado por 30 professores?
Eles não tiveram o que dizer…
O valor que um governo dá ao ensino, é o valor que dá ao futuro.
Deputados, com boa formação, deveriam ter essa consciência.
Mas, nossos deputados tem consciência?
Tem, sequer, formação?

A professora Amanda Gurgel, calou a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, estado governado por Rosalba Ciarlini (DEM).

Do Blog da Professora Elin@:

Amanda Gurgel chamou a atenção na Audiência Pública da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A professora fez um discurso indignado, apontando os principais problemas de educação do país, os baixos salários dos professores e a falta de estrutura das escolas públicas.
Amanda foi ao Domingão para continuar sua luta pela melhoria no ensino do país e por condições mais dignas para os professores.“Eu acredito que faz parte do processo educacional ensinar a luta pelos seus direitos. Eu ensino meus alunos a lutarem, portanto eu tenho que ser a primeira”, afirmou Amanda.
Ainda sobre as condições salariais, a professora foi direta: “O salário de um deputado só é suficiente para pagar o de 30 professores.”

Em uma enquete realizada em todo país, 98% concorda com o discurso da professora
 
 
Professor é quem garante futuro para um país.

Afinal, um professor forma profissionais (médicos, engenheiros, juízes, jornalistas…).

E, cada profissional tem sua formação.

Porém, qual formação precisa ter um deputado?

Veja também:

Obama acorda após 2 anos. Será que voltará a dormir?

SP: Funcionários do ensino técnico tem tratamento indigno

Barack Obama, Nobel da Paz na edição 2009, até agora nada havia feito em pról da paz.

Muito pelo contrário (clique aqui).

Na verdade, quando os Estados Unidos falam em “Guerra Contra o Terror”, não falam sobre o terror que patrocinam.

 

Na figura acima, podemos ver o quanto o povo palestino foi aniquilado. E tudo com total respaldo de sucessivos governos norte-americanos.

Para entender ainda melhor o dramático problema, o texto abaixo mostra o que foi feito por Israel/EUA 

 Os Estados Unidos são odiados no Oriente Médio, por causa de seu apoio acrítico que soma mais de US$3 bilhões a US$4 bilhões por ano, sustentando incondicionalmente a ocupação israelense nos territórios palestinos, incluindo o fornecimento de helicópteros, caças F16 e mísseis usados para reforçar a ocupação.(Phyllis Bennis, do Institute for Policy Studies, Washington) .

No contexto do pós-Segunda Guerra Mundial, a recém criada ONU decidiu pela partilha da Palestina, hegemonicamente árabe, resultando na proclamação do Estado de Israel em 1948.[…] A relação mais odiosa do mundo árabe-islâmico com os Estados Unidos porém, é mais recente, originando-se bem menos na criação do Estado de Israel, e bem mais na Guerra dos Seis Dias* em 1967, quando Israel ocupou os territórios palestinos da Cisjordânia, Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental (a região mais delicada sob o aspecto histórico-religioso tanto para muçulmanos, como para judeus e cristãos), além das colinas de Golã da Síria e da península do Sinai do Egito, já devolvida em 1979. O povo palestino, discriminado dentro de Israel e arruinado nos territórios ocupados, teve sua situação agravada nas décadas de 1970 e 1980, quando o expansionismo israelense apoiado pelos Estados Unidos, estendeu-se para o Líbano, visando expulsar a OLP do território libanês.

Fonte pre-vestibular.arteblog.com.br

Tudo feito diante de uma comunidade internacional completamente omissa.

Omissão, que pode ser entendida como covardia.

Porém, dessa vez, o presidente norte-americano fez um discurso corajoso.

Do Correio Braziliense:

Em discurso Obama defende Estado palestino com fronteiras de 1967

Vamos ver se, na prática, ainda veremos povos massacrados.

Veja também:

SP: Funcionários do ensino técnico tem tratamento indigno

Mensalão do DEM: Promotores nas mãos do TRF

Eles, na oposição, defendem salário mínimo de 600 reais.

Pois no governo de  São Paulo, tem gente que não ganha nem isso…

O que diria a respeito, Antônio Francisco de Paula Souza, fundador da Escola Politécnica de São Paulo?

Ele que dá nome ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.

Ele gostaria de ver educador humilhado? 

Veja:

Do blog Escrevinhador:

20/05/2011

Com um ato de protesto no MASP nesta tarde de sexta, os trabalhadores do Centro Paula de Souza (Ceeteps) marcam uma semana de greve. O Ceeteps é a autarquia que administra as Escolas Técnicas e Faculdades de Tecnologia do Estado de São Paulo, as chamadas Etecs e Fatecs.

A categoria decidiu pela greve em assembleia no dia dez de maio, com paralisação prevista para o dia treze. Antes mesmo da greve ter início, o governo ofereceu um reajuste de 11% para os trabalhadores. Mas a proposta está longe de atender as demandas do movimento.

Atualmente, um professor recebe R$ 10 por hora/aula nas Etecs e R$18 nas Fatecs. A grande maioria dos docentes é contratado como “horista”, modalidade tida como de precarização do trabalho e que não contempla as tarefas que o professor tem fora da classe, como reuniões, preparo de aulas e correção de provas. Uma minora dos docentes é contratado por jornada de 40 horas semanais, este grupo tem pisos de R$ 2 mil, nas Escolas, e R$ 3.600, nas Faculdades. Já os servidores técnico-administrativos tem como piso o salário de R$ 510,00 para uma jornada de 40 horas semanais –  valor inferior ao piso estadual, de R$ 630.

Vamos repetir. No governo de São Paulo tem funcionário recebendo R$ 510,00 ao mês. (veja aqui). 

Pois bem, na teoria, o PSDB defende o trabalhador (clique aqui).

Mas, e quando eles pagam o trabalhador?

Trabalhador tem cérebro!!

E também memória…

Veja também:

Mensalão do DEM: Promotores nas mãos do TRF

Impunidade no caso Gol: Pilotos do Legacy são ‘presenteados’ por juiz brasileiro

Ou melhor, ex-promotores. 

O Conselho Nacional do Ministério Público já demitiu os servidores envolvidos no chamado “Mensalão do DEM”.

Em um total de dez votos contabilizados, oito decidiram pela demissão de Leonardo Bandarra, e nove pela de Deborah Guerner.

Do Jornal do Brasil:

Mensalão do DEM: MP aprova demissão de Bandarra e Deborah Guerner

Os então promotores são acusados de extorquir José Roberto Arruda para não revelarem o vídeo em que o ex-governador recebe dinheiro ilegal.

O mensalão do DEM foi revelado pela Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. O esquema contava com nomes ilustres como José Roberto Arruda, Joaquim Roriz e Paulo Octávio entre outros.

Agora o TRF tem uma ótima oportunidade.

Afinal, a justiça não pode tolerar que pessoas encarregadas de investigar desvios, cometam desvios.

Do G1:

TRF decide se Bandarra e Guerner serão réus em ação penal

Torcemos por um feliz julgamento por parte do TRF.

Veja também:

Impunidade no caso Gol: Pilotos do Legacy são ‘presenteados’ por juiz brasileiro

Churrascão em Higienópolis: “Gente diferenciada” dá show de bom humor e cidadania

E, como seria se tivesse ocorrido o inverso?

Ou seja, se dois brasileiros fossem responsáveis pela queda de um avião nos Estados Unidos e, pela morte de 154 norte-americanos?

Como seriam tratados?

O que talvez, nos Estados Unidos, seria visto e tratado como ato de terrorismo, por aqui é resolvido com pena alternativa. 

Do site da Veja:

Especialista critica juiz brasileiro que condenou pilotos do Legacy só a prestação de serviços comunitários

Na segunda-feira, o juiz federal Murilo Mendes, da vara de Sinop (MT), condenou Joseph Lepore e Jan Paul Paladino a prestarem quatro anos e quatro meses de serviços comunitários em órgãos brasileiros nos Estados Unidos e os impediu de exercerem a profissão. Especialista ouvido pelo site de VEJA considera que a pena é muito branda por não corresponder à gravidade do caso.

Discordância – Para o jurista e cientista criminal Luiz Flávio Gomes, o ideal para o crime culposo (quando não há intenção de cometê-lo) seria atribuir aos réus a pena de prisão domiciliar com monitoramento eletrônico. No entanto, essa possibilidade ainda não existe no Código Penal e está em discussão no Congresso. “A melhor alternativa, portanto, seria deixá-los em regime semi-aberto em uma colônia agrícola no Brasil, já que as cadeias daqui não são corretoras de ninguém”, acredita.

Gomes critica a substituição feita pelo juiz Murilo Mendes. “Ele deu um tratamento muito favorável e benigno para réus que ele mesmo considerou culpados pelo acidente que matou 154 pessoas”, recrimina. “Infelizmente em nosso país a dureza da Justiça só funciona para os pobres. Esses pilotos são americanos, com status, têm uma grande empresa por trás e bons advogados, isso tudo impressiona.”

E, apesar de tudo, a defesa dos pilotos norte-americanos não se diz satisfeita.

Veja:

Recurso – Theo Dias, um dos advogados de Lepore e Paladino, afirmou que pretende recorrer da decisão do juiz ainda nesta semana. “Não há nenhuma prova técnica de que o sinal de desligamento do transponder realmente apareceu e, na dúvida, eles não podem ser punidos”, argumenta. O defensor afirma ter apresentado ao juiz comprovação de que o transponder deixou de emitir sinais em diversos jatos do mesmo modelo da Embraer na Europa, sem a participação dos pilotos, o que comprovaria a possível falha técnica do equipamento. “O Brasil precisa evitar novos acidentes acabando com as deficiências em seu tráfego aéreo, não submetendo dois cidadãos americanos a bode expiatório, querendo reparar a tragédia condenando-os”, destaca.

Mestre em Direito Penal, Luiz Flávio Gomes já foi promotor e juiz. Ele é categórico ao dizer:  “Infelizmente em nosso país a dureza da Justiça só funciona para os pobres.”

Não é assim que deveria ser…

Veja também:

Churrascão em Higienópolis: “Gente diferenciada” dá show de bom humor e cidadania

Enquanto rojão assusta Kassab, há tempos em SP cidadão vem sendo explodido…

O bem estar de alguns, não pode estar acima do bem coletivo.

Porém, não foi o que se viu em São Paulo…

Tanto que  o promotor de Habitação e Urbanismo, Maurício Lopes disse estar preparando um inquérito civil para cobrar explicações do Metrô.

Do Portal Terra:

Manifestação por metrô em SP tem pagode, churrasco e farofa

Churrascão da "gente diferenciada" saiu da internet e ganhou as ruas do bairro de Higienópolis

 O churrascão da “gente diferenciada” saiu da internet e ganhou as ruas do bairro de Higienópolis, região central de São Paulo, na tarde deste sábado. Começou tímido na praça Villaboim, ganhou corpo em frente o shopping Pátio e Higienópolis e deslanchou na avenida Angélica, em frente ao Pão de Açúcar. O supermercado está no local em que uma nova estação de metrô estava planejada, mas que o governo do Estado anunciou que deve mudar de local, motivo do protesto.

Durante a tarde – o protesto começou por volta das 14h – cerca de mil pessoas compareceram para marcar posição. A animação ficou por conta da bateria do movimento Passe Livre, que desde o começo do ano faz protestos sistemáticos contra o prefeito Gilberto Kassab por conta do aumento da tarifa de ônibus de R$ 2,70 para R$ 3,00. O público, formado em sua imensa maioria por jovens, teve o reforço de ciclistas, estudantes e do movimento punk, entre outros.

Entenda o caso
O governo de São Paulo desistiu, após pressão de moradores, empresários e comerciantes de Higienópolis, bairro de alto padrão no centro da capital, de uma estação do metrô na avenida Angélica, segundo reportagem publicada na Folha de S. Paulo na última quarta-feira. Com isso, o governo reativou o projeto de uma estação na praça Charles Müller, no estádio do Pacaembu.

Os protestos da Associação Defenda Higienópolis contra a estação reuniu 3,5 mil assinaturas contra o plano, com campanhas na rua e no Twitter. Os moradores alegavam que a nova estação ampliaria o fluxo de pessoas no local, com o consequente “aumento de ocorrências indesejáveis”, além da transformação da área em “camelódromo”.

Veja também:

Enquanto rojão assusta Kassab, há tempos em SP cidadão vem sendo explodido…

Mais um indulto: Mais um insulto à cidadania!!

Porém, quando o susto é do cidadão, providências demoram a ser tomadas…

No caso do prefeito paulistano, o problema foi apenas barulho.

Do Portal R7:

Barulho de bomba assusta prefeito
Kassab durante blitz na zona sul

Como seria se ele ficasse mais tempo nas ruas?

Veja.

Grizar Júnior/AE

Do Portal R7:

Polícia registra mais duas
explosões de caixas eletrônicos

Desde o começo do ano, já ocorreram 37 ações desse tipo na Grande São Paulo

Do Estadão:

Comércio começa a desativar caixas eletrônicos

O medo de ser atingido por uma bala perdida ou estilhaços de explosivos durante ataques a caixas eletrônicos em São Paulo tem feito comerciantes solicitarem aos bancos a desativação desses equipamentos. Na Vila Madalena, zona oeste da capital, uma drogaria está sem o serviço de caixa 24 horas há pelo menos um mês. Os proprietários temem ataques durante o dia ou danos ao imóvel provocados por bombas na madrugada.

O governo de São Paulo, no início do ano, comemorou a queda nos números da criminalidade.

Porém.

O cidadão que já é morto indo ao banco (clique aqui),agora não tem mais segurança ao ir ao mercado (clique aqui), à farmácia (clique aqui), à padaria (clique aqui).

São Paulo, de fato, não tem o que comemorar…

São Paulo está com medo!

Veja também:

Mais um indulto: Mais um insulto à cidadania!!

PSD de Kassab é Liberal na política: Libera tudo!!